[Fim dos Tempos] “Deus” tira férias para curtir o carnaval em programa da Globo

deus-de-ferias-248x200

Misturar humor e religião sempre gera polêmica, como aconteceu neste domingo (23) durante o programa Divertics, da Rede Globo.

No programa os humoristas encenaram uma viagem de Deus durante o Carnaval e mostraram que o Diabo ocuparia seu lugar neste período de folga. Os atores Luiz Fernando Guimarães, Maria Clara Gueiros e Leandro Hassum participaram do quadro como Deus, sua secretária e o Diabo, respectivamente.

A secretária estava curiosa sobre a viagem repentina e questionou porque o destino era o Rio de Janeiro e não o Vaticano. Ao lembrar o “todo-poderoso” que seria feriado de Carnaval, ele mostra uma fantasia e diz que participaria da festa dos “poderosos”.

Quando o escolhido para ocupar o trono de Deus durante essa folga chega diversos assuntos são levantados como o clima, a organização da Copa e outros.

O quadro não agradou alguns internautas que usaram o Twitter para criticar a Rede Globo. O bispo Luciano Zolla disse que “quem escreveu e quem permitiu ir ao ar não respeita e ainda zomba da nossa fé”.

“O #Divertics, já não é engraçado, coloca Deus indo pro carnaval e o diabo sentando no trono de Deus, ta na cara, ta feio”, escreveu o usuário Daniel Santiago.

Assista:

Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/video-divertics-deus-ferias-carnaval/

Anúncios

[Fim dos Tempos] ABSURDO – Rede Globo faz SÁTIRA à Santa Ceia no FANTÁSTICO! Veja o vídeo!!!

bau-do-bau-do-fantastico-266x200

O programa “Fantástico” do último domingo (27) mostrou um quadro de humor com o ator Bruno Mazzeo entrevistando Jesus Cristo durante a última ceia.

A apresentação fez parte do quadro “Baú do Baú do Fantástico” que faz piadas com momentos históricos da humanidade.

A esquete criou diversos personagens que não estão descritos na Bíblia, começando pela entrada dos discípulos no local da ceia. Uma recepcionista ficou na porta para liberar a entrada apenas dos homens que estavam com nome na lista.

Em seguida o “repórter” foi até a cozinha falar com Jacira, que seria a cozinheira responsável pela ceia. A doméstica diz que trabalha para Jesus desde quando ele nasceu e que é fácil trabalhar para ele, pois ela prepara apenas “um pãozinho” e Jesus se encarrega de multiplicá-lo.

A entrevista com Jesus tenta descobrir se ele sabia que aquela seria sua última ceia, o ator responde que “vai dar uma sumida” e que quando voltar vai programar uma festa maior que terá o nome de “Natal” para também comemorar seu aniversário.

No Twitter, católicos e evangélicos criticaram a atração da Rede Globo e principalmente os atores (alguns deles fazem parte do canal do Youtube “Porta dos Fundos”) dizendo que não teve graça alguma.

“A pouco, no Fantástico, Rede Globo, uma sátira da última Ceia? Algo que reproduz o quanto a Rede Globo faz descaso com o cristianismo”, escreveu o internauta Marcello Augusto.

Claudinei Oliveira também usou o microblog para criticar o vídeo. “De muito mau gosto o quadro de Bruno Mazzeo no Fantástico satirizando a Última Ceia. Lamentável Rede Globo.”

Já o usuário com o nome de Frei Fernando Maria não apenas criticou o programa no Twitter como escreveu um texto em seu site chamando de “chacota vergonhosa” o vídeo dirigido e escrito por Bruno Mazzeo.

O frei disse em seu blog que o quadro foi “algo tão baixo e doloso contra a fé cristã, que deixa pasmo até os demônios”. A crítica do religioso acabou se estendendo para outras emissoras de televisão, mas cita muitos programas da Globo que fazem chacotas com a crença cristã.

Assista:

*OBS: Caso queiram fazer o download do vídeo abaixo, iniciem o vídeo, cliquem em “Share” e depois na opção “Download Vídeo“. Em seguida, selecionem a opção “Download“(caso apareça) e clique “Ok“.

Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/video-ultima-ceia-bau-fantastico/

[e-News] Próxima novela das 9 da Globo terá personagem evangélico: “Falarei com amor”, diz autor

mundonovelas_Walcyr Carrasco terá casal gay com filha e um vilão bissexual em sua nova novela (ÚLTIMAS NOTÍCIAS)

Aparentemente, o pedido de pastores evangélicos e os boicotes feitos através das redes sociais levaram os autores de novela da Globo a considerarem a hipótese de um personagem evangélico sem caricaturas.

Walcyr Carrasco, autor responsável pela próxima novela do horário das 21h00, reclamou no Twitter dos protestos contra as atrações da emissora, e defendeu espaço para os autores: “Vamos lutar por liberdade de criação. Digam não à campanha contra o #Canto da Sereia”, publicou.

Em seguida, Carrasco revelou parentesco com evangélicos e afirmou que crê no poder da fé, e que irá falar de maneira simpática sobre os segmento na próxima novela.

“Meu tio era pastor presbiteriano e meu primo missionário na África. Falarei com amor sobre os evangélicos. Seja católico, evangélico, budista, espírita ou rosacruz como eu, a fe transforma. É sobre isso que vou falar na novela”, escreveu.

twitter-walcyr-carrasco

A novela que Walcyr está escrevendo se chamará “Em Nome do Pai”, e estreia logo após o término de Salve Jorge. De acordo com o autor, a história se baseará num triângulo amoroso: “O Paulo Vilhena vai ter uma das tramas mais originais da novela, em triângulo com a Danielle Winits e o Marcelo Anthony, se Deus quiser”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

 

 

[e-News] Rede Globo comenta protestos de evangélicos contra Salve Jorge

Para a emissora carioca o folhetim não trata sobre espiritualidade e nem faz apologia ao lesbianismo.

A Rede Globo de Televisão comentou sobre os protestos de evangélicos que armaram o boicote da novela “Salve Jorge”, tentando explicar a trama e a ligação que um dos personagens teria com São Jorge.

A resposta veio a pedido do site Vírgula LifeStyle que procurou a emissora para dar sua posição oficial em relação a tentativa de boicote que fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus e outros evangélicos tentam promover nas redes sociais.

Para os religiosos a trama venera ogum e ainda faz apologia ao lesbianismo, fatos que a emissora refuta tentando explicar o ponto de vista da autora, Glória Perez.

(Clique na imagem para aumentá-la)

“A novela não fala de São Jorge, fala do mito do guerreiro, figura existente em qualquer cultura, religiosa ou não. A única coisa que aparece de São Jorge é o fato de ele ser o padroeiro da cavalaria. É por isso que o personagem de Rodrigo Lombardi é devoto dele, pois pede proteção a cada ação. Com o decorrer da novela no ar isso ficará evidente para todos os grupos”.

Os responsáveis pelo site “Exército Universal” que criou o boicote na internet disseram que a intenção era apenas alertar os fiéis da IURD sobre os males que essa novela pode trazer. “Nossa intenção não foi ‘boicotar’, nossa intenção foi alertar ao povo da IURD (Igreja Universal do Reino de Deus) e aos evangélicos sobre a novela que vai fazer referência ao santo católico, algo contrário à fé dos evangélicos”.

Outro assunto criticado pelos membros da Igreja Universal é sobre a apologia ao homossexualismo, já que a atriz Vera Fischer deu declarações dizendo que a sua personagem terá relações com outras mulheres, sem contar a presença de Thammy Gretchen que interpretará uma policial masculinizada na história.

Porém, a emissora nega que fará apologia ao lesbianismo e garante que não haverá referências a esse assunto na novela. “Não há sequer referência a lesbianismo na trama”.

Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/rede-globo-protestos-evangelicos-salve-jorge/

[Arauto de Cristo] A VISÃO DE VERÍSSIMO SOBRE O BBB

Faço minhas cada palavra do escritor.

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A nova edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.
Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB  é a pura e suprema banalização do sexo.
Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros…todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB  é a realidade em busca do IBOPE.Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB . Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis? Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores) , carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados.

Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo dia.Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna. Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, Ongs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).

Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a “entender o comportamento humano”. Ah, tenha dó!!!

Veja o que está por de tra$$$$$$$$$ $$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros? (Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores)

Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores. Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa…, ir ao cinema…., estudar… , ouvir boa música…, cuidar das flores e jardins… , telefonar para um amigo… , ·visitar os avós… , pescar…, brincar com as crianças… , namorar… ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.

 Esta crônica está sendo divulgada pela internet a milhões de e-mails.