[Testemunho] Depois de alguns anos, a Banda Catedral faz um vídeo, onde conta toda a Verdade!

catedral1

O Início

Os boatos de que a banda negaram sua fé começaram a partir de 2000, quando a banda assinou contrato com uma grande gravadora secular, a Warner Music. O Catedral na época pertencia ao cast da gravadora MK Music e quando apareceu a oportunidade na Warner, o contrato que a banda e a gravadora MK Music tinham foi rescindido por acordo mútuo.

No processo de divulgação da nova gravadora, a banda concedeu entrevista para o site “Usina do Som”. Quando a entrevista foi publicada, nela constavam diversas frases supostamente ditas pelos componentes da banda e que ofendia a igreja e o mercado evangélico. A banda Catedral negou veementemente que quaisquer membro da banda tenha feito aquelas afirmações e acusou o site de ter distorcido o que fora realmente dito.

Após a publicação da entrevista no site “Usina do Som”, a gravadora MK Music divulgou que a rescisão ocorrera por não querer vincular-se à banda, já que fora demonstrado na entrevista que esta não tinha compromisso cristão. Em diversos pontos afirmava que a saída da banda do cast da gravadora havia sido uma espécie de punição.

Diante do abalo da imagem da banda, esta processou a gravadora MK Music e, após 10 anos, a banda saiu vitoriosa. Clique aqui e confira a notícia publicada no Gospel+ sobre este processo.

Catedral no Programa do Jô

Um dos boatos que espalhou de maneira mais eficiente no meio cristão foi o de que a banda Catedral teria participado do Programa do Jô e lá teria negado a Cristo três vezes, assim como o apóstolo Pedro. A equipe do Gospel+ procurou na internet evidências da particpação da banda, se possível um vídeo, mas nada encontrou.

No blog de Kim, vocalista do Catedral, ele fala sobre o assunto quando questionado: “Agora sobre o boato do Jô partir da nossa produção, só se você for louco pra pensar isso!  Quem inventou isso inventou de uma maneira tão diferente que mesmo sendo a coisa mais estúpida que eu já vi,  pegou como se fosse uma verdade sem ter cabimento algum pois nunca fizemos esse programa. O que podemos fazer? Nada…”.

Marcos Honorato, fã da banda Catedral, trouxe a um grupo de emails sobre a banda uma prova de que tal entrevista nunca teria ocorrido. Na mensagem enviada ao grupo, Marcos encaminhara um email que seria a resposta da produção do Programa do Jô ao seu questionamento sobre se havia ocorrido a entrevista com a banda Catedral – uma resposta negativa, afirmando que a banda nunca teria participado do programa. Clique aqui e confira o email.(ou veja foto abaixo)

catedralJo

Em entrevista recente para o site “Creio”, Kim afirmou: Só nós sabemos o que passamos. Fomos injustiçados por inverdades. Fomos massacrados”.

É Cristã?

Levando em conta que o principal boato que colocava a fé da banda “em xeque” nunca foi provado, que uma entrevista com afirmações aparentemente manipuladas tenha manchado a fama da banda e que a grvadora MK Music teria agido precipitadamente ao afirmar que a banda não tinha compromisso cristão, questionamos: podemos afirmar que a banda Catedral é cristã?

Obviamente não cabe a nós julgar o compromisso da banda com Deus. Entretanto, faz se importante destacar que antes de levarmos adiante algum boato, devemos pesquisar se aquilo que afirmamos é, de fato, verdade ou não.

Deixamos este espaço aberto para todo aquele que tem alguma informação extra sobre o assunto. Colabore comentando esta matéria com todos os dados que você tiver sobre o assunto.

Fonte: Gospel+

SUPLEMENTO

A Banda Catedral deixou de ser Gospel há alguns anos, pois entenderam que não possuíam um “Ministério de Louvor“, mas sim uma “Profissão Artística“. Ao contrário de muitos que têm enganados os neófitos da Fé, eles assumiram ser “Profissionais da Música” e nem por isso deixaram de ser cristãos. Veja o depoimento do Kim sobre isso, abaixo:

Para entenderem que a atitude tomada pela Banda não foi de Apostasia, assista ao vídeo abaixo, onde o Yago Martins explica bem a diferença entre o Ministério de Louvor e a Profissão Musical:

Abaixo segue o recente vídeo feito pela Banda dando o seu Testemunho sobre a Calúnia que sofreram. Assistam e fiquem por dentro de toda VERDADE. Fiquei chocado, pois também fui enganado e deixei de ouvir as músicas da Banda por causa dessa MENTIRA. Também já sofri muito por causa de calúnia, então sei o que eles passaram e sentiram.

[Apostasia] O falso deus da música de alguns dos evangélicos

Lamentavelmente alguns dos evangélicos tem feito da música o seu único e exclusivo deus. Para estes, o louvor é mais importante que tudo o que acontece no culto, incluindo é claro, a pregação da Palavra.  Infelizmente, estes adoradores de  “GEZUIS”  fizeram do louvor um tipo de bezerro moderno, onde o deus adorado satisfaz os desejos, sonhos e vontades do adorador.

Recordo que há alguns anos fui convidado a pregar em um Congresso Missionário numa igreja de porte médio na cidade de São Gonçalo. Bom, quando lá cheguei, fui abordado pelo líder de missões que me disse o seguinte:
.
“- Pastor, o povo da nossa igreja não está acostumado com mais de 20 minutos de pregação. Na verdade, nós aqui não gostamos muito de gastar o tempo do culto ouvindo a Palavra. Nosso povo gosta mesmo é de adorar a Deus. O louvor liberta pastor, o louvor liberta!”
.
Pois é,  assim como essa igreja existem outras mais que não estão interessadas em ouvir a exposição das Escrituras. Para estes, o que importa é o louvorzão, a música descontraída e a alegria de ser gospel.
.
Caro leitor, esse falso deus precisa ser desmascardo. Ao contrário do que alguns tem ensinuado, o momento de louvor com música nunca foi um sacramento cristão, todavia, em virtude dos interesses comerciais do famigerado movimento gospel, não são poucos aqueles que fizeram tanto da adoração como dos adoradores, deuses e sacerdotes.
.
Sim é isso mesmo! Cantores se transformaram em sacerdotes iluminados, cujo estilo de vida enaltece o deus da música. Ora, tudo aquilo que fazemos, segundo as Escrituras, deve ser feito para a glória de Deus. Nosso objetivo final deveria ser glorificar ao Senhor não só com os nossos lábios, mas com nossas vidas e contudas, entretanto, os adoradores da música, tem roubado para si a glória de Deus, construindo falsos altares, elevando diante dos homens seus parcos e pobres nomes.
.
Definitivamente a coisa está feia! Minha oração é que o Senhor destrua essa falso deus do evangelicalismo moderno,  nos reconduzindo assim a sala do trono e que lá possamos adorá-lo integralmente entendendo que a glória, o louvor, a soberania pertence exclusivamente a Ele.Pense nisso!

Renato Vargens

 
Infelizmente é isso mesmo que tem assolado o meio evangélico com as Baladas e Shows Gospeeelllll…Que o Senhor ilumine essa geração que CANTA e DANÇA, mas pouco SANTIFICA! 
 
Arauto de Cristo