[Fim dos Tempos] Dawkins não vê problema na “leve pedofilia”. Eu vejo sérios problemas em Dawkins!

richard_dawkins2-620x412
À medida que os valores cristãos( i.e., bíblicos) são desprezados na Sociedade, os limites impostos por Deus à depravação humana vão sendo removidos e, com isso, tudo passa a ser tratado de forma natural, pois o abismo da imoralidade humana sem a restrição de Moralidade Bíblica(i.e. de Deus) é “sem fundo”! Leia a mais nova idéia do Evolucionista Richard Dawkins e se ASSUSTE:

Escrito por Rodrigo Constantino(Colunista da Veja)

Já li alguns livros de Richard Dawkins e confesso ter gostado. Seu uso da ciência para atacar as crenças religiosas me encantou por algum tempo. Uma carta sua para a filha de dez anos, ao término de Capelão do Diabo, parece uma ode ao pensamento crítico e independente.

Mas quando vejo tanto seu ateísmo militante (e chato ou mesmo intolerante) e também seu crescente relativismo moral, chego a questionar se os conservadores religiosos não estão certos quando falam do “drama do humanismo secular”. Será que os valores se perdem por completo sem uma régua mais, digamos, eterna?

Não vou tentar responder isso aqui e agora, mas vou expor a última de Dawkins, que considero realmente assustadora. O cientista teria dito(clique aqui) que a “leve pedofilia” não é algo tão condenável assim. Usou como exemplo seu próprio caso na infância, quando um professor teria o colocado no colo e depois metido as mãos dentro de seu short.(Arauto:Ele foi abusado na infância e aparentemente gostou!”)

Segundo o biólogo, o professor teria feito isso com vários alunos, mas não acha que nenhum deles sofreu algum tipo de dano permanente. Tampouco acha que pode julgá-lo com base nos critérios e valores de hoje, já que isso ocorreu há décadas atrás.

Curiosamente, o cientista estaria aliviando para o lado de padres acusados de pedofilia. Mas é um religioso que vem atacar o absurdo disso. Peter Watt, diretor na National Society for the Prevention of Cruelty to Children, disse:

  • O Sr. Dawkins parece pensar que, porque um crime foi cometido há muito tempo, devemos julgá-lo de uma maneira diferente. Mas sabemos que as vítimas de abuso sexual sofrem os mesmos efeitos se foi há 50 anos atrás ou ontem.

Há “progressistas” tentando relativizar a pedofilia.  O jornal britânico de esquerda, The Guardian, publicou um artigo no começo de 2013 chamado Paedophilia: bringing dark desires to light, em que é tratada como algo quase normal.

O jornal deu espaço para Sarah Goode, da Universidade de Winchester, expor sua opinião de que um em cada cinco adultos são capazes, em certo grau, de ser sexualmente despertados por crianças. Trocas “voluntárias”, entre um adulto e uma adolescente, passarão a ser vistas como algo aceitável no mundo “moderninho”. Engov!

Voltando a Dawkins, ele diz sobre o professor de sua infância: “Não acho que ele causou em qualquer um de nós dano duradouro”. Ouso discordar.

Em tempo: Dawkins é especialista em biologia evolutiva, mas pedofilia jamais poderá ser vista como algum tipo de evolução. Na verdade, é um atraso que nos remete à barbárie do século VII, quando certo profeta resolveu se casar com uma menina de 9 anos apenas!

Fonte: Veja

SUPLEMENTO

Essa relativização já começou no Brasil, por favor quem ainda não assistiu, assista o vídeo abaixo! Faça o download(clique em Share, depois em download) e compartilhe! Temos que tomar cuidado e nos preparar, pois dias difíceis estão por vir!!

[Apostasia] Suingue Gospel? Site de relacionamento reúne casais “cristãos” que desejam fazer sexo grupal

christian-swigers

Um site de relacionamentos está causando uma enorme polêmica no Brasil e nos Estados Unidos por ser focado apenas em casais cristãos que querem fazer “suingue” com outros casais cristãos, ou seja, sexo grupal entre eles.

O Swingers Christians é como qualquer outro site de relacionamento para cristãos, com a diferença de que ao invés de encontrar uma pessoa para se relacionar, ele facilita através da internet o “troca-troca” de casais.

O serviço estampa em sua primeira página a foto de um suposto casal cristão que realiza suingue, e um texto afirmando que o Swingers Christians foi feito para “casais cristãos devotos que ainda querem ter uma vida amorosa ativa e compartilhá-la com outros, de boa fé!”. Parece piada, mas não é. O site, já prevendo a grande quantidade de críticas que receberia, cita ainda o Livro Sagrado para defender a si e seus usuários:a Bíblia nos ensina: não julgueis para que não sejais julgados. E há o verso sobre a primeira pedra.

O site possui cadastro gratuito, mas cobra para que o usuário realize uma série de atividades consideradas “premium”. Apesar do serviço ser em inglês, diversos casais do mundo inteiro já se registraram, geralmente em anonimato. Segundo a página de “quem somos” do serviço, o “Swingers Christians é a mais crescente cooperativa de sites de encontros on-line do mundo”.

Diferente do informado por uma notícia no site Yahoo, o Swingers Christians não foi criado por cristãos. O registro do domínio foi feito pela empresa Infinite Connections Inc, especializada na criação de sites de relacionamentos adultos voltados para pessoas que praticam fetiches e/ou homossexualismo.

Revolta

O site vem sendo recebido como piada por cristãos e até por pessoas não ligadas ao cristianismo. A proposta, que claramente fere a doutrina pregada nas igrejas e na Bíblia, é vista como “anti-bíblica e pecaminosa”, segundo o Louise Nielsen, profissional de saúde mental do ministério At The Crossroads Inc, nos Estados Unidos.

Em entrevista ao site americano Christian Post, Nielsen afirmou que o comportamento dos swingers não é “de maneira nenhuma apropriado para os cristãos ou para qualquer outra pessoa”, e completou, “sinto-me triste pelas pessoas que estão envolvidas nisso. Nunca vi isso resultar em outra coisa a não ser dor no casamento”, enfatiza.

Na página do serviço no Facebook é possível encontrar diversos cristãos indignados com a proposta do Swingers Christians, a maioria cita o versículo 1 Corintios 6:9-10 que diz que os “adulteros não herdarão o reino dos céus”.

Por Renato Cavallera, para o Gospel+

Links relacionados:

[Apostasia] Nudismo Evangélico
[Apostasia] Filmes Pornô-Gospel!?!
SUPLEMENTO

[e-News] União afetiva entre três pessoas é oficializada em escritura pública

Verdadeiramente   chegamos ao   fundo do poço!

Correio Brasiliense publicou a notícia  da  união  afetiva entre três pessoas. Veja a matéria abaixo:

Um cartório no interior de São Paulo divulgou nesta semana uma Escritura Pública de União Poliafetiva, caso considerado inédito no país. Um homem e duas mulheres da cidade de Tupã, que não tiveram a identidade divulgada pelo cartório, já viviam uma união estável e decidiram declarar oficialmente a vida a três.De acordo com a tabeliã que registrou a escritura, Cláudia do Nascimento Domingues, a declaração pública foi uma forma de garantir os direitos de família entre eles. “A lei não permite casamentos poligâmicos, mas neste caso, nenhum deles é casado e os três vivem juntos por vontade própria. Há, portanto, uma união estável, um contrato, onde se estabelecem regras, formas de dividir funções e colaborações para a estrutura familiar”, esclarece.

A união poliafetiva é mais uma das muitas formas atuais de família, explica a vice-presidente Instituto Brasileiro de Direito da Família (Ibdfam), Maria Berenice Dias. “O novo conceito de família é mais flexível, não há a necessidade de casamento”.

Com a união oficializada, os três passam a ter direitos, principalmente no caso de separação. “Se tivessem filhos, eles poderiam combinar que todos seriam responsáveis pelos custos da criação. Em uma situação de doença, eles poderiam se visitar e se apresentar como membros da mesma família e, em caso de separação, facilita a organização da divisão de bens e patrimônios”, esclarece Domingues.

Nota do BLOG de Renato Vargens:

Infelizmente os padrões de moralidade parecem não mais existir, até porque, a forma de se medir felicidade e sucesso diferente daquela encontrada na Palavra de Deus. Na verdade, o objetivo prioritário do ser humano não é a glorificação do nome do Senhor e sim a busca desenfreada pela satisfação pessoal, ainda que para isso seja necessário desconstruir conceitos e valores jogando-os definitivamente na lata do lixo.

Como já escrevi anteriormente fomos chamados pelo Senhor a vivermos de modo absolutamente diferente dos que compõem esta geração. Compromisso com a moral, decência e santidade devem fazer parte da vida daqueles que nasceram de novo, levando-nos a exalar sobre os que se encontram em estado de putrefação espiritual o bom perfume de Cristo. Junta-se a isso o fato de que mais do nunca necessitamos anunciar a todos quanto pudermos as conseqüências funestas do pecado, como também mostrar a essa geração que a libertação de uma vida promiscua e adoecida encontra-se em Cristo Jesus!

Pense nisso!

Renato Vargens

[Exortação] Como se livrar do vício da PORNOGRAFIA!

Começo este post com duas observações. Primeiro, este texto foi especialmente escrito para aqueles que entendem a pornografia como algo prejudicial para sua vida e da sua família, e gostariam de se ver livres dela. Segundo, não sei se você é crente, ateu, judeu, muçulmano, espírita, umbandista ou de qualquer outra denomiação. Se você é um ser humano normal assim como eu, com falhas e imperfeições, invista nesta leitura! Como creio em Deus e tenho a Bíblia como meu grande “manual de instruções para viver aqui na terra“, foi nela (e em Deus) que busquei informações para escrever o post. Não gosto de enrolar muito, por isso, vou direto ao ponto, sem meias palavras.

Gostaria primeiro de definir a palavrapornografia“: é a representação, por quaisquer meios, de cenas ou objetos obscenos destinados a serem apresentados a um público e também expor práticas sexuais diversas, com o intuito de despertar desejo sexual no observador. Quase sempre a pornografia assume caráter de atividade comercial, seja para os próprios modelos, seja para os empresários do setor. As mídias mais comuns para exibição de pornografia são o cinema, as  revistas (fotografias ou ilustrações), e, mais raramente, pinturas e esculturas. Recentemente a internet deu novo fôlego à indústria pornografica, que fatura hoje pelo menos vinte vezes mais do que nas décadas de 1980  de 1990.

A grande maioria das pessoas, têm receio de tratar de assuntos delicados como este. Receio do que vão achar, do que vão falar ou medo de serem julgados ou acusados. Desculpem-me, mas vejo a pornografia como qualquer outro vício, assim como o álcool, cigarro, a irritabilidade, a raiva, arrogância, murmuração ou legalismo. E Deus pensa da mesma forma. Ele sabe que somos humanos, limitados e pecadores. Mas acredito que para conseguirmos viver num relacionamento profundo e cheio de intimidade com nosso cônjuge, noivo, namorado e principalmente com Deus, precisamos nos ver livres de algumas coisas… E como se ver livre da pornografia se não falarmos nela? É por isso que estou aqui mais uma vez, tratando de um assunto polêmico. Assunto este que atormenta a vida muitos homens e mulheres. Não sou a “dona sabe tudo”, mas gostaria (com a orientação de Deus), de ajudar de alguma forma.

Você pode estar se perguntando: “Mas qual o problema com a pornografia?” Se você não se incomoda e não acredita no que Jesus nos ensina a respeito deste assunto, desconsidere o texto. Agora, se você costuma dizer que tem fé em Deus, independente de religião, vale a pena saber o que Ele tem a dizer sobre o assunto:

“Mas eu lhes digo: qualquer que olhar para uma mulher (que não seja a sua) para desejá-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.” Mt 5:28 

“Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo” 1 Jo 2:16

“Assim, façam morrer tudo o que pertence à natureza terrena de vocês: imoralidade sexual, impureza, paixão, desejos maus e a ganância, que é idolatria.” Col 3:5

“mas, por causa da imoralidade sexual, cada um deve ter sua esposa, e cada mulher o seu próprio marido” 1Cor 7:2

O sexo foi criado por Deus para a procriação e demonstração de amor entre um homem e uma mulher. O problema acontece quando o ser humano deturpa essa forma linda de expressão de amor. E a Bíblia fala claramente quais são as formas erradas de se praticar o sexo: fornicação (sexo fora do casamento), prostituição, adultério, incesto (sexo entre parentes muito próximos), pornografia, bestialismo (sexo com animais), pedofilia, swing, homossexualismo, entre outros.

Conheço alguns homens (casados), que levam isso como a coisa mais natural do mundo! E além de verem pornografia diariamente, sentem prazer em enviar a outros homens, induzindo-os ao vício. Pra mim, o nome disso é DESRESPEITO. Desrespeito com sua família e principalmente com sua esposa. Para uma mulher, essa atitude é extremamente humilhante. Faz com que ela não se sinta suficientemente boa para satisfazer os desejos de seu marido. Ser “macho” com “m” maiúsculo, não significa querer mostrar ao mundo (e a si mesmo) o potencial do seu pênis e seu ávido desejo por sexo, mas sim ter coragem suficiente para sentar com sua esposa, contar o que está acontecendo, pedir perdão e solicitar que ela o ajude a suprir suas necessidades sexuais. Mulheres, se querem ver seus esposos livres da pornografia, estejam abertas a coisas novas! Se você só costuma fornecer a ele o tradicional “papai e mamãe” apenas 1 vez por semana (e olhe lá!), também tem uma parcela de culpa nisso. Que tal tentar novas posições? Carinhos diferentes? Aumentar a frequência sexual? Agora falo aos maridos: para que isso aconteça naturalmente, você também precisa contribuir com sua esposa, sendo mais carinhoso e ajudando nos serviços de casa. Falo mais sobre estes assuntos nos textos: Sexo é pecado? e Ele não me ajuda em nada!

Bom, mas é importante lembrar que você não é pior ou melhor do que ninguém por não conseguir resistir ao vício da pornografia. Assim como você, eu e toda a humanidade, temos áreas na vida em que precisamos lutar diariamente. Eu particularmente, não tenho o vício da pornografia, mas certamente tenho fraquezas em outras áreas. Todos nós temos!

“Como está escrito, não há nenhum justo, nem um sequer… Não há distinção, todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus.” Rm 3:10 e 23

Mas tenho uma boa notícia pra você: Deus não pede que tenhamos ausência de pecado, mas sim que saibamos o que fazer quando pecamos! O grande problema está em ser escravo do pecado, ou seja, ter sua vida presa a ele. Em 1 João 2.1, a Bíblia diz:

“não pequem, se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo”

Não precisamos de mais nada para sermos perdoados! Deus já nos deu Jesus, e você pode falar com Ele a qualquer momento, seja em voz alta ou pensamento, e Ele vai te perdoar se encontrar um coração sincero!

Vai levar um tempo para você se ver livre da pornografia, assim como é difícil para alguém se livrar do cigarro ou álcool, mas existe um segredo. Quando peco, devo estar pronto a confessar rapidamente. E, quando confesso, acabo com o poder de Satanás, que é enganador, e deseja me fazer acreditar em mentiras como: “eu não fiz nada errado”, ou “meu pecado é tão horrível que não posso me achegar a Deus”. Pela confissão sincera, minha força para lutar contra a próxima tentação aumenta muito, pois sei que o inimigo não tem nada que possa usar como acusação contra mim. Cristo é meu defensor diante do Pai, Ele afirma que fui perdoado. Satanás não tem mais nada a dizer.

Diante disso, muita gente pensa: Ah, agora posso fazer o que quiser! Depois é só confessar meu pecado que tudo estará resolvido! Desculpe dizer, mas o negócio não é tão fácil assim… O amor de Deus não é uma licença para pecarmos. Graça*, sem disciplina, pode levar à desgraça. Deus conhece seu coração e suas intenções. Você pode enganar a mim, mas não a Ele.

Quando você for tentado a ver pornografia, seja sozinho ou com a sua esposa, o ideal é que resistam a essa tentação:

“Se o seu olho o fizer tropeçar, arranque-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um só olho do que tendo dois olhos ser lançado no inferno.” Mc 9:47

Calma, não estou dizendo que você deve arrancar seus olhos para se ver livre da pornografia! Este versículo é apenas uma “figura de linguagem”. Ele quer dizer que se você costuma ficar sozinho a noite vendo TV depois que sua esposa dorme, evite fazer isso. Vá ler um livro! Não fique sozinho no computador quando seus colegas saem para almoçar, saia junto com eles! Se você costuma comprar revistas pornográficas, não compre mais. Se você fez um cadastro em algum site pornográfico, descadastre-se! Se você só consegue fazer sexo com sua esposa assistindo pornografia, converse com ela, orem e lutem juntos contra isso. Ou seja, arranque da sua vida todos os caminhos que te levam a pornografia.

Pra muitos isso vai parecer absurdo, mas contar para sua esposa sobre o seu vício, vai ajuda-lo a se livrar dele! Sugiro que leiam juntos este texto. Uma vez ouvi o depoimento de um homem que tinha problema com pornografia, vejam o que ele disse:

“Passei a prestar contas à minha esposa sobre a área da lascívia, e ela tem sido uma imensa fonte de afirmação para mim. Ora por mim, ouve quando conto as lutas ocasionais e jamais me condena. Lembro que contei a ela, hoje já mais velho, que uma olhadela rápida em pornografia havia causado um grande impulso físico em mim. “Bem,” disse ela, “pelo menos isso prova que você ainda tem alguma coisa”. Posso ser sincero com minha esposa, e ela comigo.” (George Werwer – diretor internacional de Operação Mobilização, organização missionária mundial com sede em Londres, na Inglaterra.).

E por fim, assim como qualquer outra pessoa que combate um vício, sua luta será diária. Terão dias mais fáceis e outros mais difíceis, mas o importante é saber que sempre que der uma passo para trás, Deus estará disposto a ajudá-lo a dar dois para frente. Esposa, lembre-se, você é peça fundamental nesta luta! A sua disposição de ajudar (e não de criticar), fará toda a diferença!

Bom, por hoje é só, espero ter te ajudado de alguma forma. Esse é meu sincero desejo!

*Graça: dom gratuito, imerecido e sobrenatural dado por Deus para conceder à humanidade todos os bens necessários à sua existência e à sua salvação. Esta dádiva é motivada unicamente pela misericórdia e amor de Deus à humanidade, movida por Sua iniciativa própria, ainda que seja em resposta a algum pedido a Ele dirigido.

Fonte: http://salvemeucasamento.blogspot.com.br