[e-News] Cristãos estão sendo decapitados na Síria! Veja o ‘Rito’ em Vídeo! CENAS FORTES!

cristaos-decapitados-na-siria-303x200

Após a tomada da cidade de Maaloula, um novo capítulo tem sido escrito na situação de guerra que vive a Síria. De maneira intrigante, a grande mídia silencia sobre o massacre bárbaro e diário dos cristãos. Enquanto muçulmanos alauitas e sunitas brigam pelo poder, quem mais sofre são os cristãos.

Como em toda guerra, surgem muitas informações desencontradas, mas entre os relatos existe uma consistência. As tropas rebeldes, que lutam contra o governo de Bashar al-Assad, são treinadas pela Al Qaeda e financiadas indiretamente pelo governo dos EUA[QUE PARADOXO, HEIM??]. Possivelmente por isso a “grande mídia” deixe a questão dos cristãos convenientemente de lado.

O fato é que milhares de pessoas têm morrido ao longo desses dois anos e meio de conflitos étnicos e religiosos. De maneira quase unânime, quando se fala ou mostra a morte de soldados leais ao presidente, elas ocorrem por fuzilamento. Quando são cristãos, a forma padrão parece ser decapitar e expor a cabeça em público.[Assista ao Ritual no fim da matéria]

A conquista de Maaloula pelos rebeldes foi marcante pois ali vivia uma das mais antigas comunidades cristãs do mundo, onde ainda se fala o aramaico,  língua usada por Jesus . Situada a 50 quilômetros da capital Damasco, a pequena cidade de 3 mil pessoas ficou quase deserta. Estima-se que 80% da população, a maioria de cristãos ortodoxos e católicos, refugiou-se em cidades vizinhas. Mas não sem ver antes a maioria de suas igrejas e casas serem saqueadas, queimadas e ouvirem a ameaça que todo aquele que não se converter ao Islã teria a cabeça cortada.

O avanço dos rebeldes na área foi liderado por Jabhat al-Nusra, ligado a grupos jihadistas islâmicos. A liderança da Frente de Libertação Qalamon se mudou para a aldeia, agora cerca de 1.500 soldados de grupos liderados pela Al-Qaeda estão na pequena Maaloula.

A tomada da aldeia enviou duas fortes mensagens ao mundo: os rebeldes estão mais próximos que nunca de tomarem a capital e os rebeldes extremistas muçulmanos tentarão eliminar os cristãos da Síria.

Muitos dos habitantes que ficaram estão experimentando o horror diariamente. Segundo o site Sky News, da Inglaterra, esta semana três cristãos foram mortos em praça pública e seu enterro se transformou em uma verdadeira passeata de protesto. A grande concentração foi na parte antiga da cidade, que segundo a tradição foi onde o apóstolo Paulo parava em suas viagens até Damasco. O cortejo foi até a igreja ortodoxa Zaytoun, onde fizeram o culto fúnebre. Enquanto os sinos badalavam, partiram para o cemitério.

Mulheres vestidas de negro jogavam grãos de arroz no ar, uma forma tradicional de demonstrar luto.  Um pequeno grupo tocava tambores e, em meio ao choro se ouviam gritos. Uma mulher perguntava: “É isso que vocês chamam de democracia… isso é o que o governo quer?”, enquanto um homem fazia gestos obscenos e gritava palavrões contra o presidente Obama e o premiê inglês David Cameron.

Hoje, outras imagens chocantes correram o mundo. São da cidade de Keferghan, onde quatro jovens cristãos foram decapitados publicamente. Um fotógrafo que não quer se identificar, fez imagens que foram publicados pelo site da revista Time. Embora a revista não confirme, outras fontes alegam que o que motivou a morte deles foi sua fé.

Ele fez uma narrativa breve, mas chocante, do que presenciou:

“Eu vi uma cena de crueldade absoluta: um ser humano sendo tratado de uma maneira que nenhum ser humano jamais deveria ser tratado… Eu não sei quantos anos a vítima tinha, mas era jovem. Eles o forçaram a ficar de joelhos. Os rebeldes ao seu redor liam os seus ‘crimes’ listados  em um pedaço de papel. Eles o cercaram. O jovem estava com as mãos atadas. Ele parecia congelado. Dois rebeldes sussurraram algo em seu ouvido e o jovem respondeu de uma forma inocente e triste, mas eu não conseguia entender o que ele disse… No momento da execução, os rebeldes agarraram sua garganta. O jovem reagiu, mas três ou quatro rebeldes conseguiram imobilizá-lo. Ele tentou proteger a garganta com as mãos, que ainda estavam amarradas. Tentou resistir, mas os rebeldes eram mais fortes e cortaram sua garganta. Depois, levantaram a cabeça. As pessoas aplaudiram. Todo mundo estava feliz porque a execução aconteceu”.

Muitos estudiosos das profecias cristãos e muçulmanos acreditam que a  segunda vinda de Jesus está ligada à cidade de Damasco, capital da Síria. A crescente ameaça de guerra dos sírios contra outros países gerou uma série de análises nesse sentido.

Em comum entre as previsões está o iminente retorno de Cristo. Da parte dos cristãos, alguns apontam para Isaías 17:1. Para alguns, pode ser um prenúncio do Armagedom, a batalha final. 

Entre os sírios prevalece a tristeza pelos milhares de mortos e feridos, mas para milhares deles a esperança na vida eterna se fortalece. As agências cristãs têm oferecido ajuda material, emocional e, acima de tudo, espiritual para os refugiados nos países vizinhos. Milhares de muçulmanos estão ouvindo o evangelho livremente, alguns pela primeira vez na vida. Existem muitos testemunhos de conversões.  Com informações de Sky News e Time

Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/cristaos-decapitados-siria/

CUIDADO!!! IMAGENS FORTES…

Mas quem tiver estômago, veja o que os nossos irmãos estão sofrendo no Vídeo abaixo gravado durante uma execução!

[Fim dos Tempos] Putin: Rússia ajudará a Síria em caso de ataque militar!

“Ataque químico foi uma provocação para intervenção estrangeira”

Пресс-конференция В. Путина по итогам встречи лидеров "Группы двадцати"
Irã, China, Itália movimentando navios em torno da Síria…

Putin declarando apoio à Bashar e confrontando os globalistas ocidentais… a coisa vai tomando forma…

A Rússia ajudará a Síria em caso de um ataque militar externa contra o país, declarou o presidente russo, Vladimir Putin.

“Quer saber se vamos ajudar a Síria? Vamos!”, disse ele em uma coletiva de imprensa após a cúpula do G20, respondendo a uma pergunta. “Ajudamos agora, fornecemos armas, cooperamos na esfera econômica, espero que a cooperação na esfera humanitária seja mais ampla”, disse o presidente.

De acordo com Putin, lançando uma operação militar contra a Síria, os Estados Unidos e outras nações se colocarão fora da lei, visto que tais ações são possíveis apenas após a autorização do Conselho de Segurança da ONU. (Voz da Rússia)

Putin ainda afirma que as supostas armas químicas usadas na Síria foram uma provocação realizada pelos rebeldes para atrair uma intervenção liderada por estrangeiros, disse o presidente russo Vladimir Putin, na cúpula do G20. (RT)

E ele está certo… apenas trocaríamos a palavra ‘estrangeiros’ por ‘globalistas‘… Mas é nítida a encenação mundial que a elite tem orquestrado.

QUER SABER MAIS SOBRE OS GLOBALISTAS?? ACESSE O LINK ABAIXO:

[Fim dos Tempos] Preparados? 500 Mísseis Scud sírios foram direcionados à Israel!

misseis

Um grande conflito mundial pode começar a qualquer momento…

EUA-Europa irão atacar a Síria, em resposta, Rússia pode atacar Arábia Saudita e Irã à Israel… Síria pode também responder com ataque de mísseis Scud à Israel.

E a China? Ainda quieta…Havendo caos no mundo, quem trará a ordem? Quem ‘salvará’ o mundo? Nem precisamos falar… Vamos acompanhar os acontecimentos…

Site libanês informou que as forças sírias direcionaram 500 mísseis Scud do Exército para Israel. De acordo com o relatório, mísseis de fabricação russa têm ogivas pesando meia tonelada.

A Síria implantou 500 mísseis Scud e os guiou em direção a Israel” – relata o site.

De acordo com o relatório, há um grande alerta militar na zona fronteiriça de Israel, por medo do presidente sírio Bashar Assad, lutando pela sobrevivência contra os rebeldes, usar essas armas. Não há um relatório oficial sobre o tema.

Fonte: http://www.libertar.in/2013/08/preparados-500-misseis-scud-sirios.html#ixzz2dIyhUefn

Veja a notícia sobre a possível Guerra abaixo:

[Fim dos Tempos] Americanos podem atacar a Síria dentro de 2 dias!!

siriaX US

Os Estados Unidos poderão atacar a Síria já depois de amanhã, quinta-feira (29). A rede de TV NBC afirma que obteve essa informação de autoridades americanas de alto escalão. Seria um ataque com mísseis, previsto para durar pouco tempo. E sem o objetivo de tirar o ditador Bashar Al-Assad do poder.

A segunda visita dos inspetores da ONU aos locais onde supostamente aconteceram os ataques na semana passada foi transferida para amanhã por falta de segurança.

E as declarações de representantes das potências ocidentais indicam que elas podem agir antes mesmo do resultado da investigação das Nações Unidas sobre o uso de armas químicas.

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Chuck Hagel, afirmou que as forças armadas americanas estão prontas para atacar.

Um bombardeio poderia partir de navios de guerra posicionados no mar mediterrâneo. O presidente da França, Francois Hollande, disse que “o país está pronto para punir aqueles que atacaram inocentes com gases letais“.

O ministro das Relações Exteriores da Síria voltou a negar que o governo tenha usado armas químicas. E afirmou que o país vai usar todos os meios disponíveis para se defender.

O porta-voz do ministério de relações exteriores da Rússia reiterou que o país é totalmente contra qualquer ataque à Síria.

O ministro do exterior do Irã, país que também apóia o governo de Assad, alertou que “um ataque teria perigosas consequências para todo o Oriente Médio“.

Nos Estados Unidos, o porta-voz da Casa Branca disse que o presidente Barack Obama ainda não decidiu quando colocará em prática o que chamou de punição ao governo de Assad.
Segundo analistas, Obama estaria está consultando aliados para um possível ataque militar, que seria curto e direcionado.

O primeiro-ministro da Inglaterra, David Cameron, mostrou um discurso alinhado com os Estados Unidos. “Seria um ataque específico para impedir o uso futuro de armas químicas”, afirmou David Cameron.

Fonte: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2013/08/americanos-podem-agir-contra-siria-antes-do-relatorio-da-onu.html

Links Relacionados: