Será que Deus ouve as suas orações?

Será que Deus ouve as suas orações?

Porventura Deus ouvirá o seu clamor, sobrevindo-lhe a tribulação? (Jó 27.9)

Quantas vezes  temos ou tivemos dúvidas se Deus iria ouvir os nossos clamores, as nossas orações e pedidos? Quando as dificuldades chegam,  ficamos sem saber se Deus irá nos socorrer, se ele vai ouvir os nossos pedidos e atendê-los. Há casos em que as pessoas têm a certeza de que  suas orações não serão ouvidas, e, portanto, não adianta nem tentar. Casos como estes tenho visto inúmeros. A resposta é que quando nos arrependemos dos nossos pecados e nos voltamos a Deus, podemos ter a certeza de que quando clamarmos a Ele seremos ouvidos assim como seremos também atendidos, se os nossos pedidos estiverem de acordo com a sua Palavra, mas temos que tirar o anátema do nosso meio: levanta-te s antifica o povo e dize: Santificai-vos para amanhã, porque assim diz o SENHOR Deus de Israel: Anátema há no meio de vós, Israel; diante dos vossos inimigos não podereis suster-vos, até que tireis o anátema do meio de vós.” (Josué 7. 13) Ou seja, são os nossos pecados que impedem Deus de nos ouvir e  atender os nossos pedidos, o nosso desprezo a seus mandamentos é que nos impossibilita de alcançarmos as bênçãos que desejamos.

“Ora, nós sabemos que Deus não ouve a pecadores; mas, se alguém é temente a Deus e faz a sua vontade, a esse ouve.” (João 9. 31)

Veja que o que faz com que nossas orações e pedidos sejam atendidos somos nós mesmos, primeiro se os nossos pedidos estão de acordo com a Palavra, de acordo com a vontade de Deus para as nossas vidas; segundo temos que nos examinar para ver se estamos vivendo no pecado e somos meros religiosos, porque se estivermos no pecado com certeza não teremos respostas. Devemos escolher “benção ou maldição”.

“Se eu atender a iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá” (Salmos 66.18)

Porque quando estamos no pecado receberemos maldição, porque quando pecamos estamos servindo ao diabo, e, o que ele – o diabo – tem para dar é maldição. Portanto, se quisermos  ter intimidade com Deus, clamar a Ele e obtermos respostas, devemos então, tirar o anátema, o erro, o pecado do nosso meio e da nossa vida. Assim, teremos a certeza de que podemos clamar e o Senhor vai não somente ouvir, como atender, pois esta é a Palavra Dele e Ele não se contradiz.

Eu, porém olharei para o Senhor; esperarei no Deus da minha salvação; o Meu Deus me ouvirá.” (Miquéias 7.7)

Após nos limparmos dos pecados, confessando-os a Deus e nos convertendo, ou seja, abandoná-los e buscando verdadeiramente ao Senhor, teremos esta certeza que vamos clamar e Ele vai nos ouvir, e responder, mesmo que as bênçãos demorem um pouco nós esperaremos, pois sabemos que Ele é fiel para cumprir. Mas se não nos convertermos a Ele, se não abandonarmos os pecados nada conseguiremos.

“Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade dos vossos atos de diante dos meus ol hos e cessai de fazer mal. Prendei a fazer o bem; praticai o que é reto; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai das causas das viúvas. Vinde, então e argui-me, diz o Senhor; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a  branca lã. Se quiserdes, e ouvirdes, comereis o melhor desta terra. Mas se recusardes e fordes rebeldes, sereis devorados à espada, porque a boca do Senhor o disse. ”(Isaías 1.16,20)

Leia e pratique a Bíblia. Que Deus te abençoe.

Fonte: Atatlaia de Deus(Por E-mail)

Anúncios