[Fim dos Tempos] Criança de 8 anos morre depois da Noite de Núpcias!

crianca-de-8-anos-e-forcada-a-se-casar-com-homem-de-40-e-morre-com-hemorragia-interna-na-noite-de-nupcias

Uma criança de oito anos de idade, noiva, morreu no Iêmen de hemorragia interna provocada durante sua noite de núpcias depois de ser forçada a casar com um homem cinco vezes a sua idade, os ativistas alegaram.

A garota, identificada apenas como Rawan, morreu na região tribal de Hardh no noroeste Iêmen, que faz fronteira com a Arábia Saudita.

Ativistas estão atrás agora do noivo, que acredita-se ter em torno de 40 anos, e sua família para ser preso, para que eles possam enfrentar a justiça nos tribunais.

Eles dizem que prisões ajudariam a acabar com a prática de se casar com meninas muito jovens com homens mais velhos na região empobrecida.

yemen

‘Todos aqueles que apoiaram tal crime também devem ser punidos “, acrescentou.

Outro blogueiro, chamado Omar, escreveu: “os membros da família do rawan não são humanos. Eles não merecem ter filhos.

Mas um outro blogueiro, chamado de “Sad“, apareceu mais simpático com o costume. Ele escreveu: “Sua família e seu noivo poderiam ter esperado por algum tempo antes de se ter esse casamento,” Sad disse.

“Não foi justo! O casamento não deveria ter acontecido, mesmo que algumas tribos acreditam que seja um bom costume.

A prática de se casar com moças é muito difundida no Iêmen e tem atraído a atenção de grupos de direitos humanos internacionais que buscam pressionar o governo a proibir o casamento de crianças.

A Pobreza profunda do Iêmen desempenha um papel importante prejudicando os esforços para acabar com a prática, pois as famílias pobres encontram-se incapazes de negar a ‘noiva’ devido aos preços que podem ser de centenas de dólares por suas filhas.

Mais de um quarto das mulheres do Iêmen se casaram antes dos 15 anos, de acordo com um relatório em 2010 pelo Ministério de Assuntos Sociais.

O Costume Tribal também desempenha um papel, incluindo a crença de que uma jovem noiva pode ser moldada em uma esposa obediente, ter mais filhos e ser mantida longe da tentação.

Em setembro de 2010, uma noiva criança iemenita de 12 anos morreu depois de lutar por três dias em trabalho de parto para dar à luz, disse uma organização local de direitos humanos.

Iêmen definiu 15 anos como a idade mínima para o casamento, mas o Parlamento anulou essa lei na década de 1990, dizendo que os pais devem decidir quando a filha deve se casar.

Fonte: Daily News

SUPLEMENTO

Vocês acham que isso está distante de acontecer por aqui?? Saibam um pouco do que acontece em Brasília e perceberão que não está tão longe! Assistam aos vídeos abaixo:

Anúncios

[Assunto Polêmico] A verdade: Super-inflação é acobertada pelo governo e pela mídia!

dilma-rousseff3-620x450

NÃO É O DÓLAR QUE ESTÁ EM ALTA. É O REAL QUE ESTÁ DESPENCANDO, e o governo nega que isso esteja acontecendo.

Ao invés de ficar mostrando a cotação do Dólar, como faz a mídia de massa, vamos fazer o procedimento inverso.

Ver quanto custa o Real para qualquer estrangeiro comprar, e ver a evolução disto, nos últimos 3 meses.

Comparação dos últimos 3 meses, das cotações:

grafico

  • Real em Dólar Americano
  • Real em Libra Esterlina
  • Real em Euro
  • Real em Franco Suíço
  • Real em Yen Japonês
  • Real em Dólar Canadense

Veja que em qualquer moeda, é são os mesmos contornos que aparecem. Embora cada moeda flutue livremente, a flutuação principal é do próprio Real, e pode ser visto que os diferentes gráficos fazem o mesmo desenho.

Alguém pode alegar que essas são as maiores moedas, que estão em alta, que houve manipulação na escolha das mesmas, ou outro tipo qualquer de manipulação.

Então, para tirar a prova, resolvi escolher outras moedas aleatoriamente:

grafico2

  • Real em Taka de Bangladesh 
  • Real em Lev da Bulgária
  • Real em Dinar da Algéria
  • Real em Shekel de Israel
  • Real em Wow da Coréia do Sul
  • Real em Colón de El Salvador

Novamente, o mesmo contorno.

CONCLUSÕES

A inflação acumulada no período é de 15% à 20%, perfazendo uma média de 17,5% nos último trimestre.

Por exemplo, você é uma fábrica, e somando a mão de obra e matéria prima, você gasta R$ 85,00 para produzir um produto, que vende por R$ 100,00.

Você continua vendendo seu produto por R$ 100,00 mas, o problema é que esses R$ 100 de agora, na verdade equivalem a R$ 83,50 de três meses atrás, quando você gastou R$ 85,00 para produzir.

Portanto, se você não aumentar os preços, você irá a falência, e provavelmente terá de aumentar seu produto para R$ 120,00 para isso não acontecer.
Isso se chama inflação.

Estamos ficando mais pobres.

E não adianta culpar o livre mercado pelo desejo de lucrar.
Se o Real está desvalorizando, é por que o Governo está imprimindo dinheiro 24hrs por dia, para pagar os estádios da copa do mundo.

Não sei se você percebeu, mas todas as coisas estão aumentando de preço, e o seu salário não aumentou, e a poupança não tem dado nada disto para ninguém – por que o Governo nega que tal inflação exista e que seja tão grande – um procedimento que também foi feito pela Argentina, durante a crise.

Provavelmente governo está fazendo isso por motivos eleitorais.

Seria “muito ruim” se a população descobrisse, que o atual partido governante, pegou uma economia perfeita do Real (sem nenhuma inflação), deixada por um partido opositor, e após 8 anos sem fazer nada, apenas “desfrutar da sorte”, resolveu fazer desvios de dinheiro com obras da copa do mundo, e que foram tão violentos, que a economia do país entrou em colapso.

Fonte: http://www.libertar.in/2013/08/a-verdade-super-inflacao-e-acobertada.html#ixzz2dJBSBVho

SUPLEMENTO

Assista à palestra sobre Economia abaixo e perceba que estamos muito próximo de uma VIOLENTA CRISE ECONÔMICA no Brasil!

– Como eu faço o download dos vídeos? Siga os passos abaixo!

1) Inicialmente, clique no vídeo para dar incício.

2) Você verá, no canto superior esquerdo, a palavra “Share“. Clique nela.

3) Surgirá uma pequena Janela com 4 Botões. Clique em “Download Vídeo“.

4) Outra janela surgirá com as opções “Abrir com” e “Download“. Selecione “Download“, caso já não o esteja. E clique em “Ok“. Pronto! Agora é só esperar!

Links relacionados(entenda que essas crises são produzidas intencionalmente… SIGA A SEQUÊNCIA):

  1. EndGame – A Queda da República
  2. The Obama Decection
  3. O Plano da Elite Global Exposto

[Assunto Polêmico] Travesti canta num Culto da Assembléia de Deus!!

travesti-canta-durante-culto-em-igreja-evangelica-266x200

Recentemente foi liberado um vídeo, onde um Travesti, ao receber uma oportunidade num Culto da Assembleia de Deus, canta um Louvor a Deus! Esse acontecimento escandalizou muitos irmãos espirituais, pois ali estava explicitamente um pecador “louvando” na casa do Senhor!

Muitos afirmaram que ele não tinha condições espirituais para receber aquela oportunidade e ter, assim, o privilégio de enaltecer a Deus!!

Agora eu lhes pergunto: “qual de nós está verdadeiramente sem pecado?? Quantos são os Levitas que sobem ao púlpitos, mas estão em adultério, prostituição, com ódio no coração??”

O grande problema, nessa situação, é que era evidente o pecado daquela pessoa! Ela foi cantar, como estava, isto é, supostamente ainda em pecado, já que não conhecemos o contexto da história e, portanto, não sabemos a condição de arrependimento dela diante de Deus!

Mas peraí!!!! As pessoas não têm que vir a Jesus, como estão e, então, serão transformadas por ele?? Se Jesus estivesse ali, iria proibir o Travesti de se aproximar dEle e “louvar”?? Lembro-me da Parábola do Fariseu e do Publicano! Ela se encaixa perfeitamente nesse contexto! Está escrito:

“Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu e o outro, publicano. O fariseu, em pé, orava no íntimo: ‘Deus, eu te agradeço porque não sou como os outros homens: ladrões, corruptos, adúlteros; nem mesmo como este publicano. Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho’. Mas o publicano ficou à distância. Ele nem ousava olhar para o céu, mas batendo no peito, dizia: ‘Deus, tem misericórdia de mim, que sou pecador’. Eu lhes digo que este homem, e não o outro, foi para casa justificado diante de Deus. Pois quem se exalta será humilhado, e quem se humilha será exaltado”. Lucas 18:10-14

Percebe-se que Justificado foi aquele que reconheceu a sua pecaminosidade diante de Deus, a sua dependência da misericórdia de Deus! Enquanto o aparentemente espiritual permaneceu perdido!

Não estou fazendo Apologia ao Pecado, pois a homossexualidade é condenada por Deus, mas devemos buscar amar os perdidos, os doentes(como nós) que precisam de tratamento e, para isso, necessitam ser acolhidos com amor em nossas Igrejas!!

O Pastor foi um homem sábio e corajoso, que mesmo sabendo que, possivelmente, sofreria alguma represália dos “fariseus” ali presentes,  manifestou um amor acolhedor e cedeu a oportunidade para aquela pessoa cantar…

Não sabemos o fim da história, mas podemos orar, afim de que seja o início de uma nova, agora, com Jesus Cristo! Veja o amado cantando abaixo:

Veja também o Testemunho do ex-travesti o Paulinho de Jesus, que teve um encontro com Cristo, quando recebeu uma oportunidade para cantar, como o amado acima:

[e-News] Vídeo de uma suposta imagem de Jesus Cristo na vagina de uma mulher, cria REVOLTA!!!

porta-dos-fundos-jesus-imagem1

Nesta segunda feira, o deputado federal e pastor Marco Feliciano criticou um vídeo publicado no YouTube pelo grupo humorístico Porta dos Fundos, que mostra a reação de um médico e um grupo de pessoas ao encontrar uma suposta imagem de Jesus Cristo na vagina de uma mulher, durante um exame ginecológico.

Intitulada “Oh, Meu Deus!”, a polêmica peça de humor é descrita por seus produtores como “um vídeo sobre fé e como ela costuma aparecer nos lugares mais imprevisíveis, quentes e úmidos da nossa ginecologia”, e mostra uma moça, interpretada pela atriz Clarice Falcão, durante uma consulta com um ginecologista quando o médico “descobre” uma imagem de Jesus Cristo em sua vagina.

Após descobrir a suposta imagem, o médico, interpretado por Luis Lobianco, chama outras pessoas para ver a imagem, provocando uma peregrinação para ver as partes íntimas da paciente. O vídeo termina com várias pessoas cantando músicas religiosas diante das partes íntimas da moça.

Através do Twitter, Feliciano criticou o vídeo, classificado por ele como “podre”, e iniciando uma campanha para que o conteúdo seja retirado do ar.

tuite-porta

– Assim caminha a humanidade… Vídeo podre! Ajudem a denunciar para retirá-lo do ar – declarou Feliciano na rede social, indicando o link para o vídeo e pedindo para que seus seguidores na rede social denunciem o conteúdo, para que ele seja retirado do ar.

Em suas diretrizes, o YouTube reprova a publicação de vídeos com “sexo e nudez”, com “apologia ao ódio” e com conteúdo “chocante e repugnante”. Até o fechamento dessa matéria o vídeo já teve mais de 1.204.985 visualizações, com cerca de 58 mil avaliações positivas e mais de 10 mil avaliações negativas.

O deputado federal e ativista gay Jean Wyllys criticou o comentário de Marco Feliciano sobre o vídeo, classificando as críticas feitas pelo pastor como “fundamentalismo religioso”.

– O fundamentalismo religioso (ou a má fé) é uma ameaça às artes e à diversidade cultural – afirmou Wyllys.

O humorista Fábio Porchat, um dos fundadores do “Portas dos Fundos”, também comentou a crítica feita por Feliciano, afirmando que isso só beneficia o grupo humorístico, produzindo “uma grande jogada de marketing” para o vídeo.

– Isso só dá mais visibilidade para o nosso vídeo. Sem querer, o Feliciano produziu uma grande jogada de marketing pra gente. Agora, todo mundo quer assistir à esquete para ver o que ela tem. Ele tem todo o direito de não ter gostado, mas, para nós, o vídeo não ofende ninguém. Somos cinco pessoas aprovando todos os textos, por isso é difícil algo ofensivo passar – comenta Porchat, ao jornal O Globo.

– Estamos dando risada da situação e esperando para ver qual será o próximo passo do Feliciano. Se ele entrar com um processo contra o canal, vamos acionar advogado para cuidar disso. Não há nada mais para ser feito – completou o humorista, ressaltando que “religião é sempre um assunto polêmico”, mas que se um vídeo “está engraçado”, será publicado sem censura pelo grupo.

A campanha de Feliciano foi divulgada nas redes sociais e recebeu centenas de “retuitadas” no Twitter e posts no Facebook. Muitos comentários ofendem os produtores, outros defendem o direito de “livre expressão”. Mas como o link do vídeo está em quase todas as postagens, a tendência é aumentar o número de visitas. Para denunciar é necessário entrar na página do Youtube onde ele foi postado e clicar no ícone da “bandeira” que se encontra na parte inferior do vídeo, abaixo do número de exibições. Um menu se abrirá com as opções “Conteúdo abominável ou abusivo”. Basta marcar e confirmar.

Assista ao vídeo que motivou a polêmica (O conteúdo abaixo pode ser considerado ofensivo)

Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/marco-feliciano-video-porta-fundos-retirado-ar-assista-59675.html

[Assunto Polêmico] A Bíblia apoia o aborto, afirma grupo cristão liberal

Movimento progressista gera controvérsia teológica

Alguns cristãos progressistas passaram a defender recentemente uma interpretação controversa do que seria “uma perspectiva bíblica sobre o aborto” e o momento em que a vida realmente começa.

O blog cristão liberal The Christian Left [A Esquerda Cristã] está tentando mostrar que a Bíblia não proíbe o aborto diretamente e que Deus deixou claro quando e a vida realmente começa. Suas afirmações, contudo, estão criando uma crescente controvérsia entre a comunidade cristã. Teólogos conservadores acusam o grupo progressista de distorcer passagens da Bíblia na tentativa de apoiar o aborto.

A principal passagem usada para reforçar seu argumento é Gênesis 2:7: “E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente”. Outra passagem utilizada por eles é Jó 33:4, que afirma: O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida”.

O grupo progressista enfatiza, com isso, que um ser humano não está verdadeiramente formado ou pode ser considerado “vivo” antes que o primeiro fôlego entre em seus pulmões e que a criança seja capaz de respirar por conta própria.

Além disso, usam a passagem de Números 5:11-30 para argumentar que o próprio Deus ordenou que o sacerdote impusesse um aborto como forma de punição sobre as mulheres.

Muitos líderes religiosos, no entanto, sempre defenderam que a vida começa no momento da concepção, e que o bebê respira de outra maneira dentro do útero. E somente isso não seria motivo para considerar que feto é um ser “não vivo” e, portanto, sujeito a eliminação.

A filosofia progressista tenta mostrar que matar um feto não é o mesmo que matar um ser humano vivo, ignorando o fato de que, comprovadamente, a criança sente dores durante a gravidez, pois seu coração já está batendo.

Infelizmente, estes cristãos olham apenas para uma parte do problema, o bebê, e ignoram a outra metade, ou seja, os efeitos do aborto sobre a mãe.

Um estudo publicado recentemente na Dinamarca mostra que as taxas de mortalidade são maiores entre as mulheres que já fizeram um aborto em comparação com as mulheres que se submetem a parto.

O estudo analisou os partos registrados na Dinamarca entre 1980 e 2004, investigando as taxas de mortalidade associadas ao resultado da primeira gravidez. Ele foi publicado pela revista Medical Science Monitor e comparou o histórico médico de quase meio milhão de mulheres durante mais de 30 anos.

Os pesquisadores comprovaram que, em geral, as mulheres submetidas a um aborto no primeiro trimestre tiveram uma chance 89% maior de morrer no primeiro ano e um risco 80% maior de morte ao longo do período analisado.

O site The Christian Left procura ser uma espécie de porta-voz do movimento liberal que vem crescendo há décadas nos Estados Unidos. Eles criticam os cristãos tradicionais por investirem tempo demais lutando contra os homossexuais e o aborto, por exemplo, e não se dedicarem a defender questões mais importantes como a injustiça social, o meio-ambiente, as guerras, a fome e a corrupção. Com informações de The Christian Post e The Christian Left Blog.

[e-News] ABSURDO: Cobrança de Direitos Autorais sobre Músicas Gospel cantadas nos Cultos!

Amados, sei que a cada dia a nossa Igreja encontra-se mais SECULARIZADA, i.e., mais parecida com o PADRÃO DO MUNDO! Percebemos isso claramente na SECULARIZAÇÃO DO LOUVOR!

E, quando pensamos que não pode piorar, somos surpreendidos…

Gostaria de frisar que sou totalmente contrário a Pirataria, mas o que estão querendo fazer extrapóla o bom senso. Está escrito:

“Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai.Mateus 10:8

Imagine se Asafe, Davi e outros salmistas cobrassem das Sinagogas os direitos autorais por estarem usando os “seus salmos”(Salmos concedidos por inspiração do Espírito Santo) durante o Culto ao Senhor nosso Deus? Isso não seria no mínimo estranho?

Mas é isso que está para acontecer! Alguém mais tem dúvida de que o Louvor tornou-se mais um gênero comum do meio musical? Toda vez que algo SACRO torna-se COMUM, o termo Bíblico usado para expressar isso é PROFANAÇÃO! Misericóooooooordiaaaa……

Infelizmente, muitos que cantam Louvor, não são Levitas do Senhor e creio que são estes que têm profanado a adoração ao Senhor!

Vejam a seguir a Carta da CCLI que algumas Igrejas receberam sobre essa cobrança, e a resposta desse órgão responsável(CCLI) depois que a TEMPESTADE DE INDIGNAÇÃO se levantou no meio evangélico e tirem suas próprias conclusões!

Vergonha,querem cobrar direitos autorais das músicas dentro dos templos evangélicos, além de terem músicas que são uma miséria sem conteúdo, agora os ratos gospeis apareceram para tomar mais dinheiro do ‘mercado evangélico’.
.
Muito já foi dito em alguns Blogs como o do Bispo Walter McAlister, do Renato Vargens entre tantos outros e eu não quero render mais assunto.
.
Como alguém havia perguntado se tudo o que foi dito, principalmente no blog do Pr Walter havia documento, provas, aqui está o que eu recebi, tirem sua próprias conclusões.
.

.

Os que já aderiram segundo o folder é: Pr Jabes de Alencar, Dr Alexandre Rocha Maia (Sedde Nacional da Igreja Metodista), Pr Paulo Davi e Silva (Primeira Igreja Batista de Curitiba).

 No verso da carta folder abaixo está como funciona a quantidade de cultos (reuniões), frequência dos assistentes, tudo classificados por tam,anhos:
.
.
O tema dessa miséria é: REGULARIZE SUA IGREJA, como se as igrejas estivessem sem a devida regularização, veja abaixo
.
.
Será que algum servo de Deus que seja advogado poderia se pronunciar?
.
Já passou da hora de orar para que Deus levante realmente compositores inspirados pelo Espírito Santo e não seja mercadores da fé.
.
É, como disse o Bipo Walter “Animais de rapina”.
.

Bereiano.

Abaixo está a resposta da CCLI tentando colocar “pano quente” sobre a “saia justa” criada!

O Púlpito Cristão, ciente da polêmica relacionada a cobrança de taxas de músicas utilizadas nos cultos, e na tarefa de buscar um maior esclarecimento do caso, repassa o comunicado oficial da CCLI. Confira abaixo:

São Paulo, 13 de setembro de 2012.

Lamentamos profundamente qualquer manifestação que seja feita com o objetivo exclusivo de denegrir autores e ministros de música. Com a finalidade de isentar igrejas, pastores, músicos, autores e ministros de música que participam da CCLI, e em razão dos questionamentos sobre a possibilidade de cobrança de direitos autorais por músicas cantadas e tocadas dentro das igrejas, esclarecemos o seguinte:

A CCLI fiscaliza ou cobra igrejas pelo direito de cantar e tocar músicas de autores brasileiros e estrangeiros?

Não, esta informação tem sido divulgada de forma equivocada e imprudente. A CCLI nunca irá impor ou obrigar a participação de nenhuma igreja em seus programas.

A Igreja PODE ser cobrada por tocar e cantar músicas durante os cultos?

Não. A Lei Federal 9.610 atribui a responsabilidade pela arrecadação e distribuição do direito de execução pública (cantar, tocar, interpretar uma música) exclusivamente ao ECAD (www.ecad.org.br), que, atualmente, tem esclarecido sua política de não fiscalizar as atividades de igrejas realizadas dentro do templo.

Algum dia, a Igreja PODERÁ ser cobrada por tocar e cantar músicas durante os cultos?

Não. A cobrança pelo que é cantado ou tocado durante os cultos, inclusive, já foi julgada inconstitucional pelos Tribunais por ferir a liberdade de culto. Além disso, tramitam no Congresso Nacional diversos Projetos de Lei que pretendem alterar a Lei de Direitos Autorais brasileira para que as igrejas sejam expressamente isentas pelo pagamento de direitos autorais das músicas que são cantadas ou tocadas em seus cultos. A CCLI apoia esta proposta de alteração que, inclusive, segue a mesma direção da legislação já existente em outros países onde estamos presentes.

A CCLI notifica igrejas ou cobra algum tipo de imposto?

Não. A CCLI envia informativos pelo correio e também realiza outros tipos de campanhas de conscientização sobre a Lei Federal 9.610. Por ser inapropriado, o termo “notificação” nunca foi utilizado em nossos materiais e nenhum “imposto” é cobrado pela CCLI, algo que, a propósito, só pode ser feito pelo Poder Público. Os valores apresentados correspondem aos serviços que oferecemos.

Então, o que a CCLI realmente faz?

Oferecemos às igrejas uma ferramenta prática e acessível para regularizar algumas de suas atividades na área de música, de acordo o Artigo 29 da Lei Federal 9.610. A Licença de Direitos Autorais, portanto, supre a necessidade de obter uma autorização prévia dos autores e permite que músicas possam ser utilizadas corretamente em materiais impressos, arranjos personalizados, sistemas de projeção ou bancos de dados, e também em gravações do louvor ao vivo em áudio ou vídeo. Além disso, a CCLI auxilia igrejas e autores participantes no processo de autorização de traduções e versões de músicas.Toda comunicação oficial e todo material institucional da CCLI apresenta claramente qual o limite das coberturas que oferecemos às igrejas, conforme descrição acima.

Quem pode participar da CCLI?

Qualquer igreja ou autor de músicas cristãs pode participar da CCLI e, em nenhum caso, a participação é obrigatória. Igrejas podem solicitar uma assinatura dos serviços pelo site http://www.ccli.com.br/assinatura e autores podem enviar um email para direitosautorais@ccli.com.br para receberem informações adicionais.

Quais autores já participam da CCLI?

Esta consulta pode ser feita diretamente pelo site http://www.songselect.com.br. Através deste portal, também disponibilizamos materiais e dados completos sobre milhares de músicas, incluindo autoria, administração de direitos, referências de temas, trechos de gravações, letras, traduções autorizadas, cifras e partituras oficiais de milhares de músicas em português, inglês e espanhol. Muitos já utilizam o SongSelect como fonte gratuita de pesquisa para “descobrir” quem é o autor ou quem administra os direitos de uma música, um pesadelo para que quer tem o cuidado de atribuir o crédito dos autores.

O que a CCLI faz com os valores recebidos das igrejas?

Os valores que recebemos por estes serviços são proporcionalmente convertidos em créditos para os autores, de acordo com a utilização de suas músicas em nossos programas.

Há mais de 20 anos, orientamos milhares de igrejas ao redor do mundo que já tomaram a decisão de respeitar e honrar o trabalho de autores que vivem (ou não) do ministério da música. A CCLI, portanto, assessora igrejas e autores participantes em questões legais e burocráticas (contratos, legislação, administração de catálogos, etc) relacionadas a direitos autorais aqui no Brasil e no mundo.

Sabemos que, muitas vezes, a simples utilização do termo “direito autoral” acaba se tornando sinônimo de “ameaça” apenas por falta de conhecimento ou entendimentos equivocados.

Por isso, reafirmamos que a CCLI nunca irá obrigar ou fiscalizar a participação de nenhum autor ou igreja. Nosso objetivo em todos os países onde estamos presentes é contribuir para que a música cristã seja respeitada, e para que autores e igrejas tenham as informações necessárias para decidir o que fazer em relação a este assunto.

Nossos canais de comunicação estão sempre à disposição pelo 0800-600-2254 ou pelo email ccli@ccli.com.br. Se precisar esclarecer alguma dúvida sobre a CCLI ou sobre direitos autorais, estamos à sua disposição.

Atenciosamente,

Daniel Freitas
Gerente de Operações, CCLI Brasil

Que Deus nos conceda discernimento nesses últimos dias, em nome de Jesus. Amém!!