[Maná] Busque a transformação

“Fui crucificado com Cristo. Assim, há não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim” (Gálatas 2:20).

Não devemos nos surpreender com nossa incapacidade de realizar mudanças em nós mesmos. Sem a ajuda de Deus, nem mesmo etendemos o que precisa ser mudado ou por que algumas mudanças são necessárias. Por isso, precisamos orar pedindo: “Senhor, transforma minha vida”. Sei que essa é uma das orações mais assustadoras e difíceis de fazer.

Em geral, preferimos orar para que Deus transforme a vida de outros. Além do mais, se dermos carta branca para Deus realizar em nós a obra que desejar, só Ele sabe o que fará. Isso, é claro, viola o nosso desejo de ter tudo sob controle. Mas o Senhor deseja que avancemos na intimidade que temos com Ele, na medida em que nos entregamos totalmente em Sua bondosas mãos.

Podemos pedir transformação de modo menos assustador. É só orar: “Torna-me mais semelhante a Cristo”. Quem não deseja ter o caráter de Jesus? Quem não quer ser mais parecido com Ele em todos os sentidos?

Conforme você vai permitindo que o Espírito Santo atue em sua vida e a transforme, tenha a certeza de que Ele suprirá suas necessidades segundo as gloriosas riquezas em Cristo.

Ore comigo: “Senhor, desejo ser transformado à semelhança de Cristo e peço que esse processo comece hoje, agora. Não sou capaz de realizar em mim mudança significativa ou duradoura, mas tudo é possível para o poder transformador de Teu Espírito Santo. Concede-me, segundo as riquezas de Tua glória, fortalecimento interior. Em nome de Jesus, amém!”

Fonte

Anúncios

[Maná] A fé está obsoleta?

“Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra?” (Lucas 18:8).

Fé uma preciosa palavra que, infelizmente, perdeu relevância neste mundo secularizado e injusto. Para muitas pessoas, a pergunta retórica feita por Jesus no verso de hoje tornou-se realidade. A fé foi jogada no departamento de coisas antigas e obsoletas. A descrença aumenta cada vez mais não só devido aos questionamentos filosóficos, mas pela própria presença do mal no mundo.

O verso de hoje foi dito no contexto de uma parábola em que uma viúva teve que bater inúmeras vezes à porta de um juiz burocrata e corrupto em busca de justiça. Naquele tempo, o juiz estabelecia a agenda e a prioridade. O atendimento era controlado pela boa vontade dos assistentes ou, muitas vezes, por meio de propina. Por fim, para não ser mais importunado, o juiz acabou dando uma sentença favorável à mulher.

Essa parábola é o tipo de história que apresenta um contraste: “se isso, então muito mais aquilo”. Se um juiz humano desonesto podia fazer justiça a uma pessoa que pertencia ao estrato mais baixo da sociedade apenas por motivos pragmáticos, então Deus, que é justo e sensível, fará ainda maior justiça a seus filhos. Longe de sugerir que Deus é como aquele juiz, Jesus estava dizendo que Ele ouve e responde.

De acordo com o relato, Jesus contou a parábola para mostrar aos discípulos que “eles deviam orar sempre e nunca desanimar” (Lc 18:1). Cristo queria dizer que, em vez de termos ansiedade, devemos ter fé em Deus; mas, se não orarmos para fortalecer a mente, podemos desanimar e perder a fé. Devemos orar insistentemente até obter uma resposta de Deus.

Em 1990, durante um banquete em sua homenagem em Orlando, na Flórida, o magnata de TV a cabo Ted Turner revelou que havia sido um cristão estrito e tinha até considerado a possibilidade de se tornar um missionário. Mas, depois que sua irmã morreu, apesar das orações, ele ficou desencantado com o cristianismo e perdeu a fé.

No panorama atual, ao ver tantas injustiças e coisas ruins, ao sentir que Deus está demorando demais para agir e tomar providências, você pode ser tentado a perder a fé e parar de orar. O mundo está imerso num fluxo incessante de acontecimentos, notícias e informações que conspiram contra a fé. Porém, continue crendo no juiz amoroso e justo. Apesar do ambiente propício para a incredulidade, a fé, mais do que nunca, é necessária. Quando o Filho do homem vier, Ele poderá dizer se você manteve a fé em meio à incredulidade e se sua fé é real ou não. Ele trará a recompensa que você espera. A questão não é se Deus existe e fará justiça, mas se você conservará a fé apesar das circunstâncias. Acredite: a fé não está obsoleta.

Fonte

[Agenda Global] A ONU ESTÁ NORMALIZANDO A PEDOFILIA: O DEEP STATE ESTÁ LIVRE PARA EXPLORAR SEUS FILHOS

O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos está sancionando uma revolução sexual que culminará com a legalização e o apoio entusiasmado do transgenerismo, mas também apoiará a legalização da pedofilia. À medida que o Deep State está mais ativo em seu papel no “PedoGate”, podemos esperar mais contra-ataques, como a legalização da pedofilia.

Do The New American:

“O Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas”, que conta com algumas das ditaduras mais implacáveis do mundo como membros, provocou uma indignação global na semana passada ao votar para nomear um czar da ONU para supervisionar a normalização do homossexualismo e do transgenerismo em todo o mundo.

(…) De acordo com o serviço de propaganda da ONU, o desacreditado “Conselho dos Direitos Humanos” da ONU debateu a medida por quase quatro horas em 30 de junho antes de adotar o esquema em uma disputa contenciosa. Apenas 23 governos e regimes membros votaram a favor da criação do novo czar, enquanto 18 votaram contra e seis se abstiveram. A medida foi adiada por uma rede de governos comunistas e socialistas bem unidos na América Latina, com vínculos estreitos com grupos terroristas marxistasglobalistas ocidentaisMoscou e Pequim.Vários governos europeus e outros membros do “Núcleo Duro do Grupo LGBT”, que incluem Obama e a União Européia, também tiveram um papel preponderante ao empurrar o esquema à partir de fora da provisão dos “Direitos Humanos” da ONU. “Pela primeira vez, trabalhar nesta questão [a normalização da homossexualidade e do transgenerismo] será efetivamente institucionalizada no Conselho de Direitos Humanos”, disse a ONU (…)”.

(…) comemorou como um “grande avanço para os direitos humanos nos Estados Unidos.” “As medidas que ele defendeu aqui — incluindo novas leis para proteger as pessoas contra a discriminação — são as mesmas medidas que hoje defendemos para os governos de todos os lugares.” Ironicamente , o mérito para o estuprador infantil chegou justo quando os exércitos da “paz” da ONU enfrentavam uma indignação global por violar de forma sistemática e explorar sexualmente crianças em todo o mundo.

Anos atrás, escrevi sobre o fato de que a NAMBLA estava defendendo a legalização da pedofilia. Você se importa de adivinhar quem é o maior contribuidor? Veja o seguinte:

[O maior contribuinte da NAMBLA é George Soros. O Partido Libertário apoia uma reforma da Era do Consentimento. Por favor, se instrua sobre isso.]

O que vem a seguir é um exemplo de como os acadêmicos falam sobre pedofilia. Em breve, a prática, assim como transgêneros aterrorizando meninas em banheiros femininos, tornar-se-á a norma.

O interesse pedófilo é natural e normal para machos humanos”, afirmou a apresentação. “Pelo menos uma minoria considerável de homens normais gostaria de fazer sexo com crianças (…) Os machos normais ficam excitados por crianças”.

A declaração de que a pedofilia é “natural e normal” foi feita não há três décadas atrás, mas em julho [do ano] passado. Não foi feito em privado, mas como uma das reivindicações centrais de uma apresentação acadêmica entregue, a convite dos organizadores, a muitos dos principais especialistas da área em uma conferência realizada pela Universidade de Cambridge.

Outras apresentações incluíram “Liberar o pedófilo: uma análise discursiva” e “Perigo e diferença: as apostas da hebefilia”.

Hebefilia é a preferência sexual por crianças na puberdade precoce, tipicamente de 11 a 14 anos de idade.

A organização mais hedionda da América é a Nambla. Nambla é abreviação da North American Man-Boy Association (Associação Norte Americana do Amor entre Homens e Meninos) e sua declaração de identificação é “sexo antes dos 8 ou será muito tarde”.

[para acabar com a opressão de homens e meninos que escolheram livremente ter relacionamentos mutuamente consentidos]

Estamos a caminho de permitir e até mesmo incentivar o sexo com crianças. O último tabu está sendo eliminado.

Agora é tolerado que as criaturas com uma estrutura de cromossomo XY possam entrar em banheiros de menininhas, sob o pretexto de ser um transgênero e aterrorizar essas meninas ao estilo George Soros. Seu filho está prestes a se tornar parte de um mundo no qual está despreparado para viver.

Quanto tempo durará até que empregados que têm sexo com crianças sejam protegidos com tanto ímpeto quanto a questão dos transgêneros nos banheiros. Não, isso não é hipérbole, é uma preocupação legítima. A Associação Norte Americana de Amor entre Homem e Menino (NAMBLA) começa a aparecer proeminente nesta imagem. No passado, uma das suas frases patenteadas era sexo antes dos oito, ou será muito tarde”. Esta é uma tentativa óbvia de remover a última proibição pervertida do nosso código legal, bem como nossas defesas sociais para proteger nossos filhos. As palavras não podem descrever quão doentes e pervertidas essas pessoas realmente são. E antes de você pensar que isso nunca poderia se tornar uma realidade, considere que o globalista, George Soros, dá dinheiro ao NAMBLA. Se isso não é suficientemente relevante para você, perceba que Kevin Jennings, um oficial do Departamento de Educação de Obama, e um amigo íntimo de Hillary Clinton também participaram desse grupo.

Qualquer idade?

“Poderia o último tabu ser removido permanentemente? Você quer dizer que eu não tenho que esconder o fato de que eu sou pedófilo?”

Impulsionar o gênero neutro e agregar a pedofilia dentro do arcabouço de proteção jurídica a homossexuais já está acontecendo. O New York Times afirma publicamente que a pedofilia não é um crime. A ACLU (União Americana Pelas Liberdades Civis) está defendendo ativamente a Nambla e simpatizantes de pedófilos.

[*] Dave Hodges. “The UN Is Normalizing Pedophilia: The Deep State Is Free to Prey Upon Your Children”. The Common Sense Show, 14 de Junho de 2017.

Tradução: Cássia H.

Revisão: Patrícia Maragoni

Via http://tradutoresdedireita.org/a-onu-esta-normalizando-a-pedofilia-o-deep-state-esta-livre-para-explorar-seus-filhos/

[Maná] Declarado inocente


“Quem ousará levantar acusação contra nós, que fomos escolhidos por Deus? O próprio Deus nos declarou livres do pecado” (Romanos 8:33, Phillips).

Acusar é uma das especialidades de Satanás. Depois de nos prender, enganar e seduzir, ele nos acusa. E depois, num misto de engodo e traição, as palavras que ele usa são: “Ninguém vai saber”. Porém, quando erramos, ele fica trazendo sempre à mente lembranças do nosso fracasso.

Diante da acusação, qual é a nossa reação? Primeiro experimentamos uma sensação de que estamos sujos, impuros, e não vamos ser perdoados. Depois vem a dúvida: “Será que Deus ainda me ama? Será que Ele vai me dar mais uma chance?” E, finalmente, um senso de desânimo, já que todas essas coisas abalaram meu sentimento de certeza na salvação que Deus quer me dar.

Como posso saber se a voz falando à minha consciência é a voz do Espírito Santo ou a voz do inimigo? A diferença está no propósito e no resultado esperado. O Espírito Santo procura nos convencer e ao mesmo tempo nos mostra a saída para o problema, lembrando-nos da promessa de Jesus: “Aquele que vem a Mim, de maneira nenhuma o lançarei fora”(Jo 6:37).

Uma das melhores ilustrações de acusação feita por Satanás é encontrada contra Josué, o sumo sacerdote:

“Então o anjo do Senhor me mostrou Josué, o sumo sacerdote, em pé diante do anjo do Senhor. Satanás estava ali, do lado direito do anjo, acusando Josué de muitas coisas. E o Senhor disse para Satanás: ‘Eu, o Senhor, rejeito suas acusações, Satanás. Sim, o Senhor que escolheu Jerusalém te repreende…’ As vestes de Josué estavam sujas, ao estar ali diante do anjo. Assim o anjo disse: ‘Tirem suas vestes sujas.’ E voltando-se para Josué disse: ‘Eu tirei seus pecados e agora vou lhe dar estas novas vestes finas’” (Zc 3:1-4, A Bíblia Viva).

Essas vestes novas representavam sua justificação. Josué, por si mesmo, não podia limpar seus próprios pecados. Ele não estava em condições de se defender. Alguém teria que fazê-lo por ele.

A promessa de Deus é muito reconfortante: “Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo” (1Jo 2:1).

“Nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus” (Rm 8:1, ARA).

Fonte

[Maná] Deus do macro e do micro


“Até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais! Bem mais valeis do que muitos pardais” (Lucas 12:7).

Nosso Deus é maravilhoso e digno de confiança, porque Ele domina o infinitamente grande e o infinitamente pequeno. Ao mesmo tempo em que gera uma gigantesca galáxia, cuida dos prótons e elétrons. O elétron é a partícula fundamental na constituição dos átomos e moléculas, portadora da menor quantidade de carga elétrica livre, que se conhece. Nada escapa ao conhecimento de Deus. Mas Ele não tem apenas uma memória infinita: Seu envolvimento em tudo o que existe é condição indispensável para a sobrevivência do Universo e de todas as criaturas. Se pudéssemos ter uma visão do Universo, veríamos em todas as coisas a frase: Deus está no controle.

Todas as coisas, desde as de dimensão colossal, até as partículas infinitesimais, estão nas mãos de nosso Deus, pois Ele é onipotente. E Sua onipotência, aliada ao amor e à misericórdia, cobre todo tipo de necessidade em qualquer ponto do Universo.

Jesus, ao falar a Seus discípulos sobre o fermento dos fariseus, disse que “nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido” (Lc 12:2). Na mesma ocasião, confortou os discípulos e a multidão que se aglomerou para ouvi-Lo, dizendo que nem mesmo os pardais são ignorados por Deus. O que queria o Mestre dizer com isso? Que os seres humanos têm muito valor diante de Deus. E, para dar ênfase ao cuidado divino, disse que “até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados”. Como houvesse pessoas com uma autoestima muito baixa no meio da multidão, Ele acrescentou: “Não temais! Bem mais valeis do que muitos pardais” (Lc 12:7).

Nosso valor só pode ser medido ao pé da cruz de Cristo. Ali está a maior prova de que Deus nos ama. O Calvário é o ponto mais distante do Universo, ao qual Jesus Se dirigiu para dizer que temos valor. Deus nos tem em grande conta porque somos filhos Seus filhos.

Durante este dia, erga a cabeça e enfrente a vida com alegria e otimismo, pois Aquele que sustenta o Universo, cuida de você também.

Fonte

[Maná] O que se vê em sua casa?


“O profeta perguntou: ‘O que viram em seu palácio?’ Disse Ezequias: ‘Viram tudo em meu palácio. Não há nada em meus tesouros que eu não lhes tenha mostrado’” (II Reis 20:15).

Ezequias, uma vez libertado da Assíria e curado de sua enfermidade, foi possuído por uma insensatez. Merodaque-Badalã, rei da Babilônia, ao tomar conhecimento desses acontecimentos, enviou uma embaixada à Jerusalém com uma carta de congratulações e presentes para Ezequias. Essa atenção do rei da Babilônia mexeu com a cabeça dele. Por isso, mostrou aos embaixadores todos os tesouros do templo e todos os depósitos das riquezas de Judá, além dos tesouros que havia em seu próprio palácio e todos os demais tesouros do seu domínio. Isto despertou a ganância dos babilônios. O profeta Isaías repreendeu-o por cometer essa infantilidade e lhe disse que não estaria longe o dia em que o inimigo do Norte seria a Babilônia e não a Assíria. Futuramente seriam massacrados e deportados para Babilônia.

Por que você arruma a casa para receber visitas? Para acolher bem os visitantes? Para mostrar que você tem bom gosto? Para ostentar o que possui? Para que o visitante não saia falando mal de você por algum descuido na arrumação?

Também uma pergunta vital: o que você tem de valores morais e éticos dentro de casa pode ser mostrado?

Basta uma atitude insensata para se iniciar uma ruína. Por isso, é importante cuidarmos de tudo aquilo que as pessoas estão vendo dentro de nossa casa.

Fonte