DEVOCIONAL: UM MÊS PARA VIVER! DIA 30 – Vivendo a Vida

DIA 30 – Vivendo a Vida

“Aqui está o teste para descobrir se sua missão na vida está terminada: se você estiver vivo, ela não acabou” (Richard Bach)

“Embora ninguém possa voltar e começar do zero outra vez, qualquer um pode começar agora a ter um final inédito” (Carl Bard)

Nada realmente grande acontece sem paixão.

A força motriz por trás de toda magnífica obra de arte, toda música comovente, toda obra literária importante, todo drama poderoso, toda arquitetura surpreendente, é a paixão.

A paixão impele os atletas a quebrar recordes; impulsiona o cientista a descobrir a cura de doenças.

A paixão nos leva a compartilhar o amor de Deus de maneiras criativas e inovadoras com aqueles que estão ao nosso redor.

Deus deseja que nós vivamos de maneira apaixonada.

Fomos criados com a capacidade da paixão porque Deus é um Deus apaixonado, e fomos criados à sua imagem.

Com o objetivo de manter a paixão viva e em crescimento, devemos certificar-nos de alimentá-la com quatro ingredientes principais:

O primeiro e o mais importante: amor.

O amor é o alicerce de uma vida apaixonada e com propósitos.

O combustível que inflama a paixão no casamento e coloca em ação a produtividade no trabalho é o amor; é ele que nos mantém crescendo em nosso relacionamento com Deus. E não Nenhuma obrigação ou obediência legalista.

O próximo ingrediente essencial de uma vida apaixonada é a integridade.

Embora haja diversas definições para esse termo, a integridade é unir aquilo em que acreditamos à maneira como vivemos.

A falta de integridade destrói a paixão na vida.

Nada corrói mais a paixão que dizer que acreditamos em alguma coisa e não a vivermos.

Outro elemento essencial para sustentar a paixão é o perdão.

Nada prejudica mais a paixão que conflitos não resolvidos.

O ressentimento é o grande assassino da paixão.

É por isso que Deus diz que devemos aprender a perdoar uns aos outros.

Se você quer voltar a ter paixão na vida, é preciso aprender a perdoar as pessoas.

Quando carregamos ressentimento, amargura e dor, nossa vida se corrói.

Ninguém perdoou mais que Jesus Cristo. Ele foi a pessoa mais apaixonada do mundo, porque foi a que mais perdoou.

Por fim, precisamos de entusiasmo para manter a paixão na vida.

Entusiasmo significa literalmente “Deus dentro”. Se você quer viver cada dia como se fosse o último, concentre-se em seu relacionamento com Deus.

Amor, integridade, perdão, entusiasmo é a vida apaixonada que recebemos para viver.

Se você tivesse apenas um mês para viver, não é assim que gostaria de viver, sabendo que extraiu o valor de cada Segundo da vida, desfrutando a vida abundante que Deus nos prometeu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s