DEVOCIONAL: UM MÊS PARA VIVER! DIA 20 – Construindo Um Alicerce Duradouro

DIA 20 – Construindo Um Alicerce Duradouro

Uma das mais difíceis lições da vida é aceitar a perda.

Trata-se de um processo contínuo, pois tudo muda constantemente e somos forçados a encarar a dura realidade de um mundo que está longe de ser perfeito.

De repente, o divórcio, a morte ou a falência chegam como terremoto em nossa vida, provocando enorme destruição.

Nesses momentos, a nossa fé pode ser abalada em seu âmago.

De um lado, as provações e perdas dolorosas nos forçam a depender de Deus, a recorrer a Ele em busca de conforto, paz, amor e misericórdia.

De outro, porém, podemos ficar irados e revoltados com Deus porque não entendemos a razão de Ele ter permitido a tragédia, a perda e a catástrofe.

Quando chegam os terremotos da vida, descobrimos do que somos feitos e sobre o que nos estruturamos.

Ninguém questiona o fato de que um alicerce sólido é a chave de sustentação de um prédio.

Um alicerce inabalável também é fundamental para a construção de uma vida significativa, um casamento duradouro, uma família forte e uma empresa bem-sucedida.

No mundo moderno, as famílias se desintegram porque estão construídas sobre solo instável.

Se seu núcleo de vida não for Deus quando o terremoto dos problemas acontecer, e ele certamente acontecerá, seu núcleo não será forte o suficiente para segurá-lo.

Se você tiver um núcleo sólido, terá uma vida sólida.

Um núcleo fraco faz sua vida desmoronar.

Com Deus como alicerce inabalável, você permanecerá firme.

Deus quer ser o alicerce de todas as áreas de sua vida: casamento, família, negócios e finanças.

Ao enfrentar terremotos inesperados, nunca se esqueça de que você tem um abrigo. Você pode correr para uma fonte de paz que ultrapassa a compreensão.

Deus diz: “Clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei” (Salmos 50: 15).

Deus deseja que nos voltemos para Ele em primeiro lugar quando os problemas surgirem.

Nós, porém, tentamos primeiro resolver tudo e, então, quando a vida começa a desmoronar e nossos recursos se esgotam, acabamos voltando-nos para Deus e dizemos: “Bem, acho que não há mais nada a fazer senão orar”!

A oração tem de ser a primeira reação, não o último recurso.

Você pode estar no meio do maior terremoto de sua vida neste exato momento, sendo abalado até o alicerce.

Você sabe que não provocou essa situação, e está pensando por que Deus permitiu que isso acontecesse.

Talvez você nunca descubra a resposta enquanto estiver deste lado da realidade.

Mas, se amar e conhecer a Deus, se entregou seu coração a Jesus, Ele o segurará em seus braços e irá conduzi-lo por um terreno sólido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s