Suecos estão recebendo implantes em suas mãos para substituir dinheiro, cartões de crédito

Milhares de pessoas na Suécia estão usando microchips futuristas implantados em sua pele para realizar atividades diárias e substituir cartões de crédito e dinheiro.

Mais de 4.000 pessoas já tiveram os chips sci-fi, mais ou menos do tamanho de um grão de arroz, inseridos em suas mãos – com os pioneiros prevendo que milhões em breve se juntarão a eles à medida que esperam torná-lo global.

“É muito ‘Black Mirror'”, disse o cientista sueco Ben Libberton ao The Post sobre a semelhança com a série de TV que destaca cenários futuristas.

Como os relógios inteligentes glorificados, os chips ajudam os suecos a monitorar sua saúde e até mesmo substituir os cartões-chave para permitir a entrada em escritórios e prédios.

No entanto, eles foram particularmente atraídos ao permitir que os proprietários paguem nas lojas com um simples toque da mão, um grande negócio em um país voltado para o futuro que está se movendo em direção à eliminação de dinheiro.

Os microchips foram criados pelo ex-piercer Jowan Österlund, que chama a tecnologia de “luar” – e disse à revista Fortune que tem sido financiado por investidores esperançosos ” de todos os continentes, exceto na Antártida”.

A tecnologia vai se mover para o corpo“, disse o fundador da Biohax International à revista. “Estou certo disso.”

Österlund insiste que a tecnologia é segura – mas isso não impediu que os alarmes soassem, com alguns temendo uma ligação com a duplicação do cibercrime no país na última década.

Libberton, um cientista britânico baseado na Suécia, elogiou os benefícios à saúde “definitivamente excitantes” das medidas precisas de saúde tiradas de dentro do corpo.

“Pense se o Apple Watch pudesse medir coisas como glicose no sangue”, disse ele ao The Post.

Mas ele também teme a massa de dados altamente personalizados e como ela pode ser usada.

“O problema é quem possui esses dados?”, Ele perguntou. “Recebo uma carta da minha companhia de seguros dizendo que meu plano está subindo antes que eu saiba que estou doente? Se eu usar o chip para comprar o almoço, ir ao ginásio e ir trabalhar, alguém terá todas essas informações sobre mim? Isso é armazenado e é seguro?

Libberton acrescentou: “Não é apenas sobre o chip, mas a integração com outros sistemas e compartilhamento de dados.

E ele teme que os suecos não pensem o suficiente sobre os perigos potenciais.

As pessoas mostraram que estão felizes em abrir mão da privacidade por conveniência“, disse ele. “O chip é muito conveniente, então podemos aceitar que nossos dados sejam compartilhados amplamente antes de conhecermos os riscos?”

A tendência coincide com a marcha da Suécia em direção ao não uso de dinheiro, com notas e moedas que representam apenas 1% da economia da Suécia. Ao mesmo tempo, o país tem visto uma queda dramática em alguns crimes – com apenas dois assaltos a banco no ano passado, em comparação com 110 em 2008.

Fonte

SUPLEMENTO

Se vocês pensam que essa realidade está longe de chegar ao Brasil, enganam-se. Já existe um projeto de lei feito em 2015 e pode ser votado a qualquer momento. Percebemos que estamos caminhando para uma sociedade que funcionará sem o dinheiro de papel. Não é a toa que tantas maquininhas de cartão de crédito tem sido ofertadas através dos meios de comunicação. Hoje até um mendigo pode usar uma, afim de receber umas “esmolas”.

Confira no vídeo abaixo uma breve análise de quão perto essa realidade está para começar no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s