Resiliência: ser forte apesar da tempestade

Existem pessoas caracterizadas pela sua grande capacidade de resistência. Elas têm a capacidade de permanecer em pé apesar das adversidades e o princípio no qual elas se baseiam é a ideia de dificuldades como ensinamentos.

Elas sabem que é impossível estar imune ao sofrimento e entendem que as tempestades que escurecem sua vida cotidiana também são oportunidades a serem afirmadas. Armam-se, portanto, com coragem e vão em frente, seu mantra é “continuar a crescer, apesar das adversidades”.

Resiliência na vida cotidiana

A resiliência é um conceito que adquiriu grande importância nos últimos anos. Especialmente em correntes, como a psicologia positiva, interessada em entender as características que permitem superar as adversidades; essas correntes dão menos peso a fatores que aumentam a probabilidade de desconforto mental.

Na psicologia, ser resiliente significa ser capaz de enfrentar a adversidade e sair mais forte.

Quando falamos em resiliência, tendemos a pensar em fatos traumáticos, como a perda de um ente querido, a sobrevivência em um acidente ou maus tratos; na realidade, mesmo em nossa vida diária, há situações complexas que temos que enfrentar. Não é necessário ter uma catástrofe: mesmo superando as dificuldades diárias, como enfrentar as críticas, melhorar ou começar o dia com um sorriso durante um período triste significa ser resiliente.

Características de pessoas resilientes

Há pessoas resilientes porque elas tiveram um exemplo de resiliência a ser seguido pelos pais ou irmãos. Há outras que tiveram que lutar sozinhas com as pedras de sua jornada: elas aprenderam através do método da “tentativa e erro”, e se tornaram fortes graças às suas cicatrizes.

Isso nos mostra que a resiliência é uma habilidade que todos podem desenvolver e, portanto, treinar. Para isso, é necessário gerenciar adequadamente os próprios pensamentos e emoções: é essencial inseri-los no canal correto para controlá-los.

Agora vamos falar sobre as principais características das pessoas resilientes; Desta forma, você pode começar a treinar.

Elas sabem como se adaptar às mudanças

Pessoas resilientes são como juncos: elas são flexíveis quando o vento bate forte nelas. Elas sabem que ir contra as circunstâncias fará com que percam sua energia e preferem manter a mente aberta diante de diferentes opiniões e situações.

Distancia-se das crenças, preconceitos e inseguranças do passado, vestem-se com roupas novas que os acompanham em momentos de mudança. Não servem para resignação, mas porque sabem que existem outros mundos distintos, que não se confundem apenas com sua diversidade.

Elas giram em torno de seus pontos fortes

Pessoas resilientes se conhecem. Elas sabem o que dói e incomoda e entendem que seu bem-estar depende de quanto elas cuidam de si mesmas.

Pessoas resilientes podem identificar suas fraquezas e pontos fortes e usá-las quando necessário.

Elas usam seu desejo de lutar, sua motivação, suas habilidades e seu esforço como um motor para seguir em frente. Mas acima de tudo elas se respeitam e cuidam de si mesmas, porque sabem que o conhecimento mútuo é o passo fundamental para crescer e construir relacionamentos saudáveis com os outros.

Elas sabem que é necessário aceitar seguir em frente

Pessoas resilientes sabem que aceitar é sinônimo de progresso e mudança. Porque somente quando aceitamos o que acontece conosco podemos começar a trabalhar para melhorá-lo; se, por outro lado, nós a negarmos, não fazemos nada além de dar mais vigor.

Pessoas resilientes sabem que aceitar significa entender, encarar e não desistir.

Elas acreditam que ninguém é imune ao sofrimento

Ser resiliente não significa não ter feridas, significa que, apesar de sua presença na alma, a situação adversa tem sido um tanto instrutiva. A pessoa resiliente é capaz de aceitar a dor e, em vez de se sentir oprimida por ela, opta por aprender.

Essas pessoas sabem que construir um escudo e proteger-se da dor nem sempre funciona, porque fugir os tiraria da possibilidade de entender o que está acontecendo e de crescer.

Como você pode ver, a resiliência é uma qualidade que pode ser aprendida e treinada. Na verdade, deveria ser um assunto oficial nas escolas. Vale sempre a pena aprender novas estratégias para melhorar e continuar a crescer, e resiliência é a capacidade que nos permite ser fortes apesar da violência com que o vento nos bate, de se adaptar melhor às lacunas causadas por perdas, decepções, traumas e falhas.

Você também é resiliente, não se esqueça disso, ou acha que não superou nenhuma dificuldade em sua vida? Reflita e tente lembrar daquela época em que você foi corajoso e, apesar do medo, mergulhou no mar …

Originalmente publicada em lamenteemeravigliosa

Um pensamento sobre “Resiliência: ser forte apesar da tempestade

Deixe uma resposta para Elisio Ferreira da Silva Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s