[Exortação] “Mamãe devia ter me ensinado a ser uma Boa Dona de Casa – Parte 2” por Flávia Silveira

donadecasa

Ainda não leu a Parte 1? Leia Aqui.

“Atende ao bom andamento da sua casa
e não come o pão da preguiça.
Levantam-se seus filhos e lhe chamam ditosa;
seu marido a louva, dizendo:
Muitas mulheres procedem virtuosamente,
mas tu a todas sobrepujas.” (Provérbios 31: 27-29)

 

Como já mencionei em um artigo anterior, eu não nasci em lar cristão. Fui criada em uma família matriarcal em que o feminismo é considerado lindo. As mulheres de minha família querem ser independentes, bem sucedidas profissionalmente e intelectuais. Palavras como submissão e dependência são consideradas coisa de gente burra, bitolada e ignorante. Priorizar o lar e a família? Incogitável! Absurdo!

“Quem sabe o dia de amanhã, minha filha?”, sempre me questiona a minha amorosa mãe, sinceramente preocupada com o meu futuro e a minha segurança. Ela não entende que a minha segurança está no Senhor, e que, por isso confio a Ele o meu futuro.

Eu fico imaginando quantas de vocês cresceram em um ambiente assim. O fato é que infelizmente hoje em dia, dentro e fora da igreja, a mentalidade feminista está impregnada em nossa cultura de forma tão profunda que nem sequer conseguimos distinguir os seus ensinos demoníacos tentando enfraquecer e destruir as nossas famílias. O Inimigo sabe que famílias cristãs fortes são o meio ordinário que Deus usa para construir a sua Igreja. Filhos da Aliança criados na disciplina e admoestação do Senhor (Efésios 6:4) são, via de regra, futuros membros preciosos da Igreja de Cristo. Satanás não quer isso. Ele quer famílias cristãs vazias, superficiais e fracas.

Quando me formei em Direito, toda a minha família se orgulhou muito de mim. Eles nutriam muitas esperanças de que eu seria uma grande juíza e essas esperanças se fortaleceram quando eu passei no exame da OAB mesmo antes de colar grau. A verdade é que eu amava o meu curso, sentia paixão pela advocacia e de fato me realizava nisso, mas, eu sabia que não era esse o chamado do Senhor para mim, por isso foi um choque para todos quando decidi que não atuaria, mas ficaria em casa.

Na época eu nem sequer entendia bem as implicações da minha decisão. Eu não tinha filhos, minha diarista fazia tudo em casa 2x por semana e eu praticamente estava tendo uma vida de dondoca. Mas o Senhor queria trabalhar em minha vida, e quando nos mudamos para os EEUU, onde apenas pessoas muito ricas tem uma faxineira, eu precisei colocar a mão na massa e de fato ser uma dona de casa. Seis meses depois eu engravidei.

Todos os dias eu desejo que minha mãe tivesse me preparado desde pequena para ser uma boa dona de casa. Eu tenho exercido essa função em tempo integral há 3 anos e com raras exceções, não há um dia em que eu não me sinta desqualificada. Como eu gostaria de ter cursado “faculdade de serviços domésticos”! Como eu gostaria de ter sido treinada a preparar o cardápio da semana para que eu pudesse ter a lista de compras organizada de tal forma que não houvesse desperdícios no meu lar. Como eu gostaria de saber passar roupa bem. Como eu gostaria de saber desde pequena que para cuidar do lar eu precisaria ser extremamente organizada e disciplinada. Como eu gostaria… quantos momentos de frustração, tristeza e até conflitos teriam sido evitados se mamãe tivesse me ensinado a ser uma boa dona de casa!

Glorifico ao Senhor por que em sua misericórdia tenho entendido a importância da esposa em seu lar! Meu objetivo aqui é dividir com vocês aquilo que tenho aprendido e tentado colocar em prática no dia-a-dia. Muitas dessas coisas ainda são grandes desafios para mim, mas confio que o Senhor continuará me ajudando e aperfeiçoando, como tem feito.

Economizando

A decisão de ser esposa e mãe em tempo integral geralmente acarreta em uma decisão por uma vida mais simples. Ao deixarmos de ajudar no orçamento da família, muitas vezes somos obrigadas a abrir mão de algumas “regalias”. Algumas delas se tornam realmente desnecessárias, como faxineira, passadeira, cozinheira, babá, etc. Como estamos em casa, e a nossa nova profissão é cuidar do nosso lar e da nossa família, não há mais a necessidade de contratarmos alguém para fazer essas tarefas. É claro que há ocasiões em que podemos precisar de uma ajuda, quando temos um bebê pequeno por exemplo, e quando temos condições financeiras para tanto, por que não?

Por passar mais tempo em casa, também poderemos abrir mão de comprar todas aquelas roupas novas que precisávamos para ir ao trabalho todos os dias, e diminuir a frequência no salão de beleza, poderemos então economizar nisso!

Para as poucas felizardas que moram em casa, mais uma opção legal para economizar é fazer uma horta. Há muitas verduras, legumes e até frutas super fáceis de plantar. Nada melhor do que comer aquilo que nós mesmas plantamos fresquinho, tirado do pé, e de graça! Aqui nos EEUU nós moramos em casa, então estou me aventurando pela primeira vez em plantar uma horta e estou super empolgada! Aposto que vocês também vão amar.

Organizando

Como Carol bem disse na parte 1, organização é essencial se você quer ser uma boa dona de casa! Existem vários métodos de organização da rotina de uma dona de casa. Você apenas precisa encontrar aquela que mais se adequa à sua personalidade e família. (Se, assim como acontece comigo, a falta de organização é um problema para você, não deixe de ler o livro “Como Organizar Sua Vida e Seu Coração” de Staci Eastin, Vida Nova).

A falta de organização rouba a nossa alegria nos trabalhos domésticos. Estamos sempre ocupadas, pois nunca terminamos aquilo que deveríamos fazer, e isso nos deixa sempre cansadas e estressadas. Isso nos rouba tempo com os nossos filhos, nos impede de exercer a hospitalidade, deixa o nosso marido decepcionado e tudo isso vira uma bola de neve, desencadeando problemas maiores.

Precisamos tornar o nosso lar em um refugio de paz e descanso em que nossos filhos e marido sentem prazer em estar. Para tanto, precisamos manter tudo limpo e organizado, mas cuidado com o perfeccionismo. Lembre-se que a organização de seu lar é para o deleite de sua família e Glória de Deus, não se preocupe tanto para que tudo esteja em seu devido lugar a ponto de tornar o ambiente desagradável e sem vida. Permita que seus filhos brinquem e façam memórias em seu lar. Não tem problema se eles bagunçarem um pouco, depois vocês podem reorganizar tudo novamente. Essa será uma excelente oportunidade para ensiná-los sobre organização.

Tempo para os Filhos

Uma parte importante de estar em casa é poder estar presente no dia-a-dia de seus filhos. Ter uma mãe presente (e pai) dá à criança um senso de segurança que poderá ser determinante na formação de sua personalidade. Aproveite que você está por perto e lembre-se de sempre separar um tempo para brincar, cantar, ler livros e a Bíblia e ensinar ao seu filho. Não deixe que a correria dos afazeres domésticos roube de vocês esse tempo precioso. Nossos filhos crescem rápido. Portanto, certifique-se de curtir cada fase o máximo possível!

Se você tem uma filha, lembre-se de envolvê-la nos trabalhos domésticos junto com você. Escolha receitas fáceis que ela possa fazer e deixe que ela lhe ajude a lavar os pratos. Ensine-a a fazer a própria cama, guardar os brinquedinhos, livros e roupas no lugar correto e torne esses momentos divertidos. Compre brinquedos que imitem as suas atividades, tábuas de passar roupa, vassoura, fogãozinho e incentive o amor dela por essas atividades. Ela irá querer te imitar. Use isso em seu treinamento e lembre-se de dar o exemplo demonstrando que você também ama servir ao seu marido e filhos. Assim ela crescerá sabendo que cuidar do lar e da família é um privilégio.

Aguardando a chegada do Marido

Tente criar um ambiente agradável para a chegada do seu marido. Lembre-se que ele está cansado depois de um dia cheio de trabalho e está anelando pelo seu lar. Torne a sua chegada um momento prazeroso!

Tente deixar o jantar ou café pronto, os filhos de banho tomado e tente fazer um mutirão com as crianças para deixar a casa arrumada e limpa antes dele chegar.

Venha recebê-lo na porta com um beijo, demonstrando que você sentiu sua falta e demonstrando interesse pelo seu dia.
Como Carol bem sugeriu, se tiver tempo, tente tirar uma soneca à tarde, para que você esteja bem disposta e descansada para ele.

Lembre-se que a mulher é quem dita o clima da casa, inspire um clima de tranquilidade e felicidade. Assim você estará edificando o seu lar e fortalecendo o seu casamento.

A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba.” (Provérbios 14:1) 

Corra para a Cruz de Cristo

Antes de começar o trabalho, lembre-se de buscar ao Senhor pela manhã em oração. Ele lhe dará força e auxilio para exercer todas as atividades que você planejou para aquele dia. Saber que Ele não te desamparará será o incentivo necessário para que você faça todas as coisas com ânimo e alegria.

Lembre-se de servir de boa vontade, como ao Senhor e não como a homens (Efésios 6:7). O nosso trabalho é edificar o nosso lar e servir à nossa família, mas em última instância é ao Senhor que devemos agradar. Portanto, quer comais, quer bebais, quer varreis, quer lavais, fazei tudo para a glória de Deus. (1 Coríntios 10:31).

O trabalho doméstico é repetitivo e às vezes frustrante! Não faça nada buscando reconhecimento e elogios, muitas vezes eles não virão (até porque muitas vezes nem sequer notarão todo o trabalho que tivemos para deixar o fogão limpinho, a pia brilhando e o jantar delicioso).

Nos momentos de desânimo traga à memória aquilo que pode te dar esperança (Lamentações 3: 21). Você está exercendo o chamado que Ele mesmo te deu, Ele te capacitará para a Sua Própria Honra e Glória. Aleluia!

Mulheres Piedosas

SUPLEMENTO

Paul Washer – Recuperando a feminilidade bíblica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s