[Reflexão] Curiosidades sobre ‘A Verdadeira História do Natal’!

A Verdadeira História do Natal

Você sabia que. . .

a festa do Natal antes de ser oficializada como uma festa “cristã” era uma festa pagã de adoração ao deus Sol?
foi o papa Julio I quem oficializou a data de 25 de dezembro como a data de comemoração do natal como nascimento de Cristo?
a árvore de Natal em forma de pinheiro é uma tradição alemã e eram originalmente enfeitadas para cultuar o deus nórdico Odin?
o costume de enfeitar árvores de Natal com papéis coloridos, bolas, bombons e bonecos, incluíam também nomes de entes queridos vivos e mortos para serem protegidos pelos deuses?
os nórdicos enfeitavam as árvores de Natal no inverno para chamar os espíritos que eles acreditavam que habitavam nas árvores e que delas se afastavam por época do outono?
papai Noel é uma homenagem ao bispo católico Nicolau (antes fora monge e abade) e que posteriormente canonizado como São Nicolau, que viveu na Turquia (num lugar chamado Lycia) no ano 350d.C e que durante a noite costumava distribuir dinheiro, presentes e comidas com as crianças e famílias pobres de sua cidade?
diz a lenda que tudo começou com a atitude bondosa de Nicolau em recolher moedas de ouro e lançar pela janela da casa de um homem pobre da cidade, para evitar que a três filhas donzelas daquela família se entregassem à prostituição. Casaram-se e foram bem sucedidas na formação de suas famílias. Daí surgiu a idéia de presentear em pessoas nas festividades do Natal.
no calendário católico 6 de dezembro é o dia de São Nicolau;
São Nicolau é o padroeiro da Rússia, das crianças e dos navegantes;
São Nicolau morreu em 6 de dezembro de não se sabe ao certo se no ano 345 ou 352d.C;
os nomes oficiais e populares de São Nicolau variam de acordo com as regiões e culturas: Vovô Geada (na Rússia), Sante Claus (nos EUA), Papai Natal (na Inglaterra), Papai Noel (na França)?
originalmente e por muitos anos o papai Noel era representado pela figura de um duende;
no calendário religioso de Roma o Natal foi instituído para substituir as “Saturnálias”, festa pagã em honra ao deus Mitra no antigo Império Romano;
o verdadeiro papai noel (São Nicolau) nunca teve nenhum filho pois era celibatário;
a palavra Natal em nossa língua tem origem na expressão latina “Natale do sol” ou nascimento do sol;
a bíblia não declara o número dos magos e, que a tradição alega que eram três (veja Mateus 2.1);
o nome dos magos: Baltazar, Melquior e Gaspar são de origem apócrifa;
os magos encontraram Jesus quando ele já tinha cerca de dois anos de idade e que ele não estava na manjedoura como nos mostram as figuras e os presépios natalinos (Mateus 2.11);
no século XVII, Oliver Cronwell assinou um decreto proibindo as festas natalinas no Reino Unido, o que só foi abolido em 1660 pelo rei Carlos II? os puritanos ingleses sempre discordaram do natal como uma manifestação genuinamente cristã.
nos EUA o natal só foi considerado um feriado nacional a partir do ano de 1870;
o casaco vermelho do papai Noel é uma alusão à cor padrão da Coca-Cola? A figura do velhinho e seu tradicional casaco vermelho foi criada em peça publicitária da empresa no ano de 1930 com a finalidade de transmitir a idéia de que na ceia do Natal os produtos da empresa precisavam estar presentes.
o papai Noel conforme a lenda do Natal também é casado? Sua esposa se chama mamãe Noel ouMaria Noel numa alusão a Maria a mãe de Jesus.
em alguns países, diz a lenda do papai Noel que, se uma criança não recebe o presente que pediu é porque os anões(duendes) roubam os mesmos logo após a passagem do papai Noel?
o papai Noel na figura que hoje conhecemos (velhinho camponês russo com barba, botinas, casaco e carapuça andando em trenó puxado por oito renas) é fruto da imaginação de um poeta chamado Clement Clarck, de Grenville, um cartunista francês, e das campanhas de publicidade da Coca-Cola;
até o século XVI a ave símbolo das ceias natalinas não era o peru, mas os cisnes, gansos e pavões?
foi São Francisco de Assis quem criou para o Natal a tradição dos presépios no ano de 1223 no vilarejo italiano de Greccio;
em alguns lugares a lenda do papai Noel é tão mística que as pessoas chegam a preparar comidas (oferendas) para ele? Deixam para ele biscoitos e para suas renas cenoura e alface;
as renas que puxam o trenó do papai Noel chamam-se: Dasher, Dancer, Prancer, Vixen, Comet, Cupid, Donder e Blitzen?
não se sabe ao certo o mês do nascimento de Jesus? Enquanto no Ocidente os católicos romanos celebram no dia 25 de dezembro, no Oriente os católicos ortodoxos comemoram o Natal no dia 06 de Janeiro.
a estória do Natal não se encontra na Bíblia, mas nas Enciclopédias Católicas;
o Natal é uma das maiores lendas da humanidade;
na tentativa católica de cristianizar uma festa pagã promovida pelo imperador romano Aureliano (em homenagem à chegada do ano solstício de inverno no hemisfério norte, precisamente no dia 21 de dezembro, quando o deslocamento do sol deixava as noites mais frias e mais longas), paganizou o que poderia ser uma festa cristã;
o Natal em sua forma original se chamava “Solis Invicti” ou festa do “Sol Invencível”;
o 25 de dezembro como data para o nascimento de Cristo é um “chute” apenas para se opor à data de 21 de dezembro da festa pagã;
a idéia de se dar e receber presentes no Natal está muito mais associada à lenda de São Nicolau do que à mensagem bíblica dos magos que reconheceram Jesus como o Filho de Deus;
a palavra Noel significa Natal?
foram os holandeses que criaram a imagem do papai Noel descendo pelas chaminés e colocando presentes nas meias;
a indumentária do papai Noel (capa, toca, cinto, botas) foi inspirada na indumentária de um bispo católico;

as renas e a neve são idéias associadas às regiões geladas da Dinamarca, Suécia e Noruega;
a lenda do Natal foi devidamente planejada para alimentar a luxúria no comércio e doutrinar as crianças no misticismo;
o verdadeiro Natal vem de Jerusalém e não de Roma;
o verdadeiro Natal aconteceu na cruz e não na manjedoura;
a estória do Natal não é descrita na Bíblia, mas na Enciclopédia Barsa, Vol. 11, pág. 274;
25 de Dezembro era a data festiva de aniversário de Ninrode, neto de Cão e bisneto de Noé, construtor da torre de Babel e fundador da Babilônia;
esta era também a data do deus-Sol celebrado em todo o império da Babilônia;
a árvore de Natal foi uma criação dos alemães no séc. XVI;
os cartões de Natal foram criados a partir do ano de 1843 por um inglês chamado John C. Horley;
a ceia de Natal à meia-noite foi uma criação dos europeus para suportar as noites nevadas frias deinverno na região;
a Bíblia enfatiza que devemos celebrar a morte e não o nascimento de Cristo(leia I Coríntios 11.26);
a Igreja deve estar sendo preparada para a segunda vinda de Cristo e não para celebrar a sua primeira vinda;
comércio, comidas e bebidas natalinas em nada representam os valores do Reino de Deus (leia Romanos 14.17);
a igreja cristã primitiva – gerada a partir de Jerusalém e não em Roma – nunca celebrou o Natal;
o verdadeiro símbolo do cristianismo é a cruz de Jerusalém e não a manjedoura de Belém (leia I Coríntios 2.2);
tudo no Natal tem idéia de culto? presépio é altar, velas é luz para iluminar o espírito de ancestrais, guirlandas são enfeites e adornos de altares, árvore era lugar de sacrifícios aos deuses (Jeremias 10.3,4 e Isaías 57.4,5), presente é pacto ou aliança, ceia é oferenda e corresponde ao banquete que era servido ao deus-Sol à meia noite na Babilônia;
não há nada de bíblico e de cristão no Natal;
no Natal é liberado o principado de idolatria da Rainha dos Céus ( Jeremias 7.16-20);
alguns países do Oriente Médio comemoram o Natal no dia 25 de março;
nos tempos primitivos calculava-se como data provável do nascimento de Jesus de meados de setembro para o começo de outubro;
muitos cristãos foram mortos por Constantino por resistirem ao casamento do cristianismo com o paganismo;
durante a Reforma Protestante muitos protestantes europeus foram mortos pela igreja de Roma por não aceitar participar da celebração do Natal como uma festividade cristã;
foi Tertuliano, um teólogo católico, que no segundo século disse: Jesus não é deus sol e o sol não é o deus dos cristãos. O Deus dos cristãos foi aquele que criou o sol; a criatura e a criação não têm poder sobre o Criador;
foi Augustinho, outro teólogo cristãos quem disse: “Claramente afirmo que esse comportamento é herético. Os cristãos não têm a ver com o deus sol e a festa dos solstícios;
Orígenes, respeitado teólogo também cristão quem disse: “Jesus não é faraó para receber honra natalícia.”;
o mais interessante no Natal é que a missa é do galo, mas quem morre é o peru;
é hora dos que se dizem evangélicos protestar e não de celebrar o Natal.

2 pensamentos sobre “[Reflexão] Curiosidades sobre ‘A Verdadeira História do Natal’!

  1. Pingback: 18/12/2011 a 24/12/2011 | sabemquemeusou

  2. EU SEMPRE QUIZ SABER O VERDADEIRO SIGUINIFICADO DO NATAL,ME SURPRENDI GOSTEI,EU QUERO CONTA PRA TODO MUNDO ESSA VERDADE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s