Fé Verdadeira!

Satanás vos reclamou para vos peneirar como trigo! Eu, porém, roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça … ” (Lc 22.31,32.)

 

Nossa fé é o centro do alvo a que Deus atira quando nos prova; e se alguma outra graça passa sem ser testada, com a fé isso não acon­tece. Não há melhor maneira de ferir a fé no seu próprio cerne, do que cravar-lhe a seta do desamparo. Isto revela logo se ela é ou não a fé dos imortais. Despoje a fé do gozo que a envolve como uma armadura e deixe que venham contra ela os terrores do Senhor; e será fé real, a que escapar ilesa do ataque. A fé precisa ser provada, e o desamparo aparente é a forna­lha aquecida sete vezes, na qual ela precisa ser lançada. Bem-aventurado o homem que pode suportar a provação. C. H. Spurgeon

 

Paulo disse: “Guardei a fé”, mas ficou sem a cabeça! Cortaram-lhe a cabeça, mas não tocaram em sua fé. Aquele grande apóstolo dos gentios se alegrava por três coisas: havia combatido o bom combate, acabado a carreira e; guardado a fé. Que lhe importava o resto? Paulo ganhou a corrida: ele ga­nhou o prêmio; e hoje tem a admiração não só da terra, mas do Céu. Por que não agimos como se valesse a pena perder tudo para ganhar a Cristo? Por que não somos leais à verdade, como ele foi? Ah, nós não temos a sua aritmética. Ele contava de maneira diferente da nossa. Nós contamos como Iucro o que ele contava como perda. É mister que tenhamos a sua fé e a guardemos, se queremos receber a mesma coroa.

 

Fonte: Manaciais no Deserto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s