Cartilha sobre sexualidade infantil. Um problema já antigo!

conversando-e-descobrindo-a-crianc3a7a-e-a-sexualidade

UNIFESP e Prefeitura de Embu lançam cartilha sobre sexualidade para crianças e adolescentes

Está circulando recentemente na NET essa cartilha, no entanto ela já foi lançada há cerca de 10 anos. Portanto um problema já antigo! Leia o artigo de divulgação da mesma abaixo. E assista ao alerta dado pela Dr. Damares no vídeo referente ao que está acontecendo hoje!
.

São duas cartilhas que atingirão 65 mil crianças e adolescentes, da educação infantil ao ensino médio, de 108 escolas municipais, estaduais e creches conveniadas com o município. Com população de mais de 230 mil habitantes e renda per capita em média de R$ 244,20 (segundo Fundação SEADE), Embu das Artes possui cerca de 95% das crianças estudando em escolas públicas.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o número de adolescentes grávidas em todo o país, com idades entre 15 e 19 anos, cresceu cerca de 15% desde 1980. Segundo o estudo, cerca de 700 mil meninas tornam-se mães a cada ano no Brasil. Desse total, 1,3% são partos realizados em garotas de 10 a 14 anos.

A preocupação com esses números fez com que profissionais da Unifesp e da Secretaria Municipal de Saúde de Embu, envolvidos com o programa Escola Promotora de Saúde, desenvolvessem ações para tratar do tema sexualidade junto a crianças e adolescentes.

“Conversando e Descobrindo: a criança e a sexualidade” é o título da cartilha voltada para o público infantil, com tiragem de 30.000 exemplares. Escrita em linguagem bem simples, aborda as diferenças do corpo masculino e feminino. “De onde eu vim?”, “A fecundação”, “A gravidez” e “A criança descobrindo seu corpo” são alguns dos capítulos da cartilha, ilustrada como história em quadrinhos.

“Discutindo Sexualidade” é a cartilha voltada para o público adolescente e utiliza linguagem jovem para falar sobre o desenvolvimento da sexualidade, saúde do adolescente, doenças sexualmente transmissíveis (DST/AIDS) e gravidez. A tiragem desta publicação é de 45.000 exemplares.

Fonte: Unifesp

Faça o download da cartilha aqui.

SUPLEMENTO

Assista a Palestra relacionado a esse assunto abaixo:

[Artigo] “Como Se Tornar Uma Garota Piedosa” por Kristen Clark

casamento

Eu estava em um casamento recentemente e percebi o quão bonito o bolo de casamento da noiva era. Ele não só parecia bom, mas o gosto era muito bom também. Mas o bolo não foi dessa forma desde o início.

Um dia antes do casamento não era nada mais do que uma pilha de farinha, açúcar, ovos, manteiga, etc. A fim de obter o resultado final surpreendente que foi exibido na recepção do casamento, alguém tinha de seguir cuidadosamente as instruções da receita.

Se alguma coisa fosse deixada de fora, ou se muito de um ingrediente fosse adicionado, o bolo teria sido um desastre.
A vida real funciona da mesma maneira. Como uma jovem cristã, você está colocando determinados ingredientes em sua vida diariamente. Você vê as mulheres piedosas mais velhas e espera que se torne como elas um dia.

Mas você está usando os ingredientes certos para chegar lá? Você está seguindo a receita de Deus para uma menina piedosa e bem sucedida? Ou, você está enchendo o seu coração e mente com ingredientes do mundo?

Quando eu era jovem, uma senhora disse à minha mãe que desejava que sua filha viesse a ser como eu, algum dia. Conforme os anos passaram, sua filha tomou um caminho muito diferente do que a mãe esperava. O que aconteceu? A filha não estava colocando os ingredientes certos em sua vida quando ela era jovem, para obter o resultado de uma mulher de Deus quando ela fosse mais velha. Tornar-se uma menina piedosa não vai acontecer por padrão. A fim de colher os resultados certos, você tem que usar intencionalmente os ingredientes certos. E isso começa agora. Talvez você esteja animada sobre como usar os ingredientes certos para tornar-se uma menina piedosa, mas não tem certeza por onde começar.

Aqui está uma lista de 5 ótimos pontos de partida:

  1. Conheça o seu Salvador.
    Faça um cronograma e reserve um tempo especial a cada dia para estudar a Bíblia e falar com Deus. O livro de Provérbios é um ótimo lugar para começar, porque há um capítulo para cada dia do mês.
  2. Sirva sua família.
    Jesus foi o maior exemplo de um servo e Ele nos chama para nos tornarmos como Ele. Procure maneiras de servir seus pais e irmãos a cada dia.
  3. Encha sua mente com a verdade.
    A maioria dos principais meios de comunicação não promove a verdade bíblica. Escolha substituir suas escolhas de mídia secular por escolhas cristãs que honrem a Deus. A frase “você é o que você come” é realmente verdade em um sentido espiritual, quando se trata do que você coloca em sua mente.
  4. Leia livros desafiadores.
    Crie uma lista de livros e comprometa-se a ler várias páginas por dia de um livro cristão sólido. Para começar, há várias ótimas opções na página de recursos MulheresPiedosas.com.br
  5. Evite autopromoção.
    Vivemos em uma cultura que incentiva uma mentalidade do tipo “tudo sobre mim, selfie”. Evite o estilo de vida “selfie” e foque a sua atenção na construção de relações profundas e significativas com a sua família e amigos.

Como Donald Whitney diz: “Nós não vamos crescer muito em piedade, se não sabemos muito sobre o que significa ser piedoso.”

Aqui estão algumas perguntas de “verificações da realidade” para refletir:

Que ingredientes (filmes, música, livros, revistas, amizades, etc) que você está colocando em sua vida agora? Eles estão ajudando ou dificultando sua caminhada cristã? Em cinco anos, vai ser uma garota mais piedosa por causa do que você está fazendo em sua vida hoje, ou você vai lentamente derivar fora do caminho? Anote os cinco pontos acima em um pedaço de papel. Eu desafio você a aplicar essas cinco verdades à sua vida hoje.

Fonte: Mulheres Piedosas

Deixe-me saber seus pensamentos na seção de comentários abaixo! Eu adoro ouvir de você.

[Fim dos Tempos] Conselho de Ética da Alemanha recomenda não punir mais sexo entre irmãos

sexo


Relações consensuais entre irmãos maiores de idade não deveriam mais ser penalizadas. Conservadores chamam proposta de escandalosa. Governo diz que não vai mudar a lei.

A maioria dos integrantes do Conselho de Ética disse ser da opinião “de que o direito penal não é o meio adequado para resguardar um tabu social.” Por isso, a lei deveria ser alterada. Dos 26 membros, nove se posicionaram contra a proposta, e três se abstiveram.

Políticos democrata-cristãos criticaram a proposta. Em entrevista ao jornal Bild, nesta quinta-feira (25/09), o porta-voz para política interna da bancada conservadora no Bundestag (câmara baixa do Parlamento), Stephan Mayer, falou de uma sugestão “escandalosa” e inaceitável.

Pano de fundo do parecer é uma decisão da Corte Europeia de Direitos Humanos, em abril de 2012, que ratificou o veredicto de um tribunal alemão sobre a proibição de incesto entre irmãos no país. Na ocasião, os juízes da corte de Estrasburgo rejeitaram a queixa de um homem de Leipzig, que havia sido condenado por manter relações sexuais com sua irmã.

Os dois foram criados separadamente e só se conheceram quando já eram adultos. Uma relação se desenvolveu entre eles, o que levou ao nascimento de quatro filhos, entre 2001 e 2005.

A maioria do Conselho de Ética se posicionou agora a favor de uma mudança do respectivo parágrafo 173 do Código Penal alemão, que prevê pena de até dois anos de reclusão ou multa para casos de incesto. Segundo o Conselho, o direito penal não tem a tarefa de “impor padrões ou limites morais à relação sexual entre cidadãos maiores de idade, mas de proteger o indivíduo de danos e assédios grosseiros, como também de resguardar a ordem social da comunidade de perturbações.”

Segundo o porta-voz de política interna dos partidos conservadores alemães, no entanto, “não é à toa que incesto entre irmãos e parentes próximos são passíveis de punição judicial”. Tais relações teriam como consequências graves doenças hereditárias e deficiências nos filhos, argumentou Mayer.

O ministro da Justiça, o social-democrata Heiko Mass, afirmou nesta quinta-feira que não pretende propor mudanças na lei, apesar do parecer. O Conselho de Ética é um órgão de assessoramento do governo alemão e dos deputados, composto por cientistas de diversas áreas.

CA/dpa/epd/kna

Fonte: DW

[Apostasia] Casal cria site de swing para troca de parceiros cristãos e versículos da Bíblia

casal

Um casal da Flórida vem mudando a maneira que as pessoas, especialmente as mais religiosas, praticam sua fé. Eles criaram um site de swing, a troca de parceiros sexuais, voltado para os cristãos adeptos da prática.

Cristy Parave e seu marido, Dean, afirmam não ter nenhum receio de encontrar outros casais e apresentá-los ao estilo de vida dos dois, basicamente trocando parceiros e versículos da Bíblia, segundo o “New York Post”.

Os dois, que são fisiculturistas, disseram estar cansados de procurar casais pela internet que não atendiam às expectativas de ambos e resolveram criar seu próprio site, o FitnessSwingers.com. Desde então, têm viajado pelos Estados Unidos, encontrando outros casais que querem compartilhar de sua sagrada liberdade sexual.

O casal, que se conheceu durante uma competição de fisiculturismo, diz não se importar com o que os outros pensam sobre eles e acreditam que Deus também não acha que eles estejam maculando sua fé.
.
“Não acho que Deus está condenando o que estamos fazendo”, diz Cristy. “No início, eu tive um conflito, mas quanto mais cremos nele, mas faz sentido para a gente.” A fisiculturista de 44 anos afirma sentir que a humanidade foi criada para se divertir e se relacionar sexualmente um com o outro.
.
Sinto que Deus está sempre comigo e ele nos colocou aqui por algum motivo, completa. Os dois pesos-pesados cristãos estão juntos há 20 anos e começaram a dar suas escapadas na relação após terem conhecido outro casal amante dos halteres que, sem pestanejar, os convidou para um swing.
.
Eu era tão ingênua, pensei que eles estavam falando sobre a dança”, conta Cristy. “Depois, quando chegamos em casa e procuramos pelo termo na internet pareceu excitante.”
.

[e-News] Malta denuncia: PT quer proibir Religião em Centros de Recuperação! (VÍDEO COMPLETO)

Plenário do Senado

O senador Magno Malta (PR-ES) denunciou a decisão do Conselho Nacional de Políticas Sobre Drogas (CONAD) que quer impedir centros de recuperação de incluir a religião no tratamento de usuários de drogas.

A decisão foi anunciada recentemente e afirma que os centros coordenados por entidades religiosas não poderão converter os internos para uma religião como condição para seguir o tratamento.

Magno Malta, que sustenta um centro de tratamento no estado Espírito Santo há 35 anos, ficou inconformado com a resolução principalmente quando o texto diz que o Governo Federal destina 85 milhões por ano para auxiliar essas entidades.

Os meus internos comem da minha música, dos meus direitos autorais”, afirmou o senador que controla o projeto Bem Viver recuperando milhares de usuários de drogas em mais de três décadas.

Na visão do parlamentar a medida, que se dirige exclusivamente para entidades sustentadas por instituição religiosas, é uma medida bolivariana do atual governo.

Magno Malta desafiou que o governo mostrasse os usuários de drogas que foram recuperados por eles, dizendo que os conselhos de psicologia e medicina também não recuperam ninguém. “Sabe qual é o remédio? É Deus de manhã, Jesus meio-dia e o Espírito Santo de noite.

O texto do CONAD, na visão do senador do PR, é uma forma de impedir que o nome de Jesus seja pregado. “Olha que coisa sutil, que coisa bolivariana, que coisa cubana!”, disse Magno Malta ao ler o trecho que fala diretamente para entidades religiosas que são sustentadas por fiéis.

É mantido por contribuição de fiéis e eles ainda querem barrar!”. O senador não se conformou com o texto que afirma que incluir a religião no tratamento fere a laicidade do Estado. “Não fere a laicidade do Estado patrocinar a marcha gay, não? Não!”, falou.

O parlamentar aproveitou o momento para deixar o documento em seu site e pedir para que o maior número de pessoas acesse para entender o que querem fazer com as casas de recuperação de usuários de drogas, sendo que muitas delas usam a religião para tratar os internos que saem de lá “lavados no sangue de Jesus”.

Fonte: Gospel Prime