[Estudo Bíblico] Mormonismo

LEITURA BÍBLICA

“Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho;

O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o evangelho de Cristo.

Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.

Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.” Gálatas 1:6-9

“Como te roguei, quando parti para a macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina,

Nem se dêem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora.

Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.

Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas;” I Tm 1:3-6

ORIGEM

A Igreja de Jesus Cristo dos San­tos dos Últimos Dias, foi fundada no dia 6 de abril de 1830 por Joseph Smith Jr. e mais cinco pes­soas.

Smith Jr., nasceu em 23 de de­zembro de 1805, na cidade de Sharon, Estado de Vermont, EUA. Era filho de Joseph e Lucy Smith, conhecidos como místicos e caça­dores de tesouros na região.

Em 1820, com a idade de 14 anos, Smith Jr., teve a sua primeira visão a respeito da apostasia do cristia­nismo e de outras religiões e seitas. A segunda visão ocorreu em 1823. Nesta, um anjo identificado como Morôni visitou a casa do profeta e o revelou que havia em Palmyra, Nova Iorque, um monte onde esta­va escondido um livro escrito em placas de ouro e também a plenitu­de do evangelho eterno.

O anjo Morôni afirmava ser filho glorifica­do de um homem chamado Mór­mon – título que dá nome à seita. Após várias aparições do suposto anjo, e de receber o sacerdócio de Arão e o de Melquisedeque, Joseph Smith Jr., Oliver Cowdery e outros companheiros, fundaram a seita.

Smith foi candidato à presidência dos Estados Unidos, preso, espan­cado e, por fim, morto em 27 de junho de 1844, por uma turba in­dignada.

INTRODUÇÃO

Um proeminente líder mórmon disse: “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias declara-se, pelo seu nome, distinta da Igreja Primitiva estabelecida por Cristo e seus apóstolos”. Essa é uma con­fissão de que eles não são cristãos e de que sua religião é outra. Disso todos nós já sabíamos pelas suas crenças e práticas, mas esta é uma declaração direta e textual do mo­vimento. A estrutura do mormonismo está calcada em lendas e mitos pagãos.

I. ORIGEM DO MOVIMENTO

1. Primeiras aparições.

Há duas versões contraditórias da ori­gem do movimento na sua própria literatura. Uma diz que em 1820, Joseph Smith Jr., andava preocu­pado por causa de uma agitação anormal sobre questões religiosas que se generalizou envolvendo batistas, presbiterianos e metodistas. Quando numa visão o Pai e o Fi­lho, teriam dito que todas as igre­jas se apostataram e seus credos eram abomi­náveis. Em 1823, teria recebido a visita de um estranho anjo chamado Morôni, o qual teria revelado a existência das placas de ouro que deram ori­gem ao Livro de Mórmon.

2. Últimas  aparições.

Em 1829, teria recebido outra visão. Nes ta, afirma-se que João Batista teria conferido a Joseph Smith Jr. e ao seu companheiro, Oliver Cowdery, o sã cerdócio de Arão. Em seguida, ol dois companheiros batizaram-se um ao outro, e um ao outro ordenaram se como sacerdotes, e, durante mui to tempo, abençoaram-se mutua mente. Pouco depois, os dois teriam recebido outra visão: João, Pedro e Tiago, os quais lhes conferiram o sã cerdócio de Melquisedeque. Em 6 de abril de 1830, Joseph Smith Jr. inau gurou o seu movimento juntamente com cinco amigos.

3. Contradições internas.

O breve relato de sua origem apresen­ta vários problemas e contradições. A agitação envolvendo questões re­ligiosas, nunca aconteceu. A supos­ta revelação de 1820 só apareceu depois de 1842. Até então, os líde­res mórmons afirmavam que a pri­meira “visão” foi em 1823; contra­dição essa que envolve idade, local e conteúdo. Joseph Smith Jr. foi condenado, em 1826, por prática de cristalomancia. Em 1828, procu­rou se filiar à Igreja Metodista, mas foi recusado pela Igreja por causa do seu envolvimento com práticas ocultistas.

4. Testemunhos antibíblicos.

Analisando essas “visões” à luz da Bíblia, ficam evidentes os enga­nos do movimento. A suposta apari­ção do Pai contradiz o ensino bíbli­co, pois homem algum jamais viu a Deus (Jo 1.18; 6.16). Além disso o Se­nhor Jesus garantiu que sua igreja jamais se apostataria (Mt 16.16-18). Quanto aos sacerdócios, doutrina mórmon em prática ainda hoje, há distorções: a Bíblia ensina que o sa­cerdócio de Arão foi removido (Hb 7.11,12) e o de Melquisedeque per­tence exclusivamente a Jesus (Hb 7.21-23), que “tem um sacerdócio perpétuo” (Hb 7.24). A palavra ori­ginal para “perpétuo” é aparabatos e significa: “imutável, inalterável, intransferível”.

II. FONTE DE AUTORIDADE

1. Escritos sagrados.

Os mórmons consideram inspirados, com a mesma autoridade da Bíblia e, até acima dela, o Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios, e Pérola de Grande Valor. O oitavo artigo das Regras de Fé dos mór­mons diz: “Cremos ser a Bíblia a Palavra de Deus, o quanto seja correta a sua tradução; cremos também ser o Livro de Mórmon a Palavra de Deus”. Essa restrição para crer-se na Bíblia é uma maneira delicada de dizer que não se acredita nela, pois o mormonismo afirma que não pode haver tradução absolutamente fide­digna da Bíblia e chama de “nésci­os” os que nela crêem. Como os muçulmanos, procuram por todos os meios desacreditar a Bíblia.

2. O Livro de Mórmon.

O conteúdo do livro de Mórmon nun­ca foi confirmado pela história e nem pela arqueologia. O texto está com 3.913 mudanças desde a edição de 1830; a maioria consiste em corre­rão de erros gramaticais e mudanças doutrinárias.

III. TEOLOGIA MORMONISTA

1. Conceitos mormonistas da divindade.

Os mórmons são politeístas e, como no hinduísmo, há espaço nesse movimento para inú­meros conceitos sobre a divindade. Há muitos conceitos contraditórios na literatura mórmon. Às vezes, usam o termo “trindade” para Deus, mas também afirmam, que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são três deu­ses, e que o Pai tem corpo físico como o nosso. Ensinam, ainda: “como o ho­mem é, Deus foi; como Deus é, o ho­mem poderá vir a ser”.

2. O Deus revelado na Bí­blia.

A Bíblia ensina a existência de um só Deus, sendo Deus um só (Dt 6.4; Mc 12.29-32) e que a Trin­dade não são três deuses, mas um Deus em três Pessoas. O Deus reve­lado na Bíblia é Espírito (Jo 4.24) e “espírito não tem carne e nem os­sos” (Lc 24.39). Deus é Espírito In­finito e o Criador de todas as coi­sas nos céus e na terra e que além dEle não há outro (SI 145.3; Is 44.6, 8, 24; 45.5-7). O homem, entretan­to, é limitado e criatura; não é, e nunca foi Deus (Ez 28.2); nem Deus é, é nunca foi homem (Os 11.9).

3. O outro Jesus.

O Jesus do mormonismo é casado e polígamo, não nasceu de uma virgem e é irmão de Satanás. Os mórmons afirmam que as bodas de Cana da Galiléia era o casamento de Jesus com as duas irmãs Maria e Marta; e que ele foi gerado de pai humano como qual­quer homem.

Este, certamente, não é o Jesus que pregamos (2 Co 11.3). Eles, na verdade, querem sancionar suas práticas polígamas. Com isso, que­rem mostrar que são imitadores de Cristo. Todos esses conceitos mor­monistas sobre o Senhor Jesus são uma afronta ao cristianismo.

4. O Jesus que pregamos.

A Bíblia diz que Jesus e seus discí­pulos foram convidados para as bodas de Cana (Jo 2.2), e ninguém pode ser convidado para o seu pró­prio casamento. Isso, por si só, re­duz a cinzas os argumentos dos mórmons. A Bíblia ensina explici­tamente que Jesus foi concebido pelo Espírito Santo (Mt 1.18, 20; Lc 1.34, 35). Nada há de Satanás em Jesus (Jo 16.30; Mt 12.22-32); pelo contrário, Jesus é o Deus verdadei­ro (l Jo 5.20), incomparável e sin­gular! (Ef 3.21).

IV. OUTRAS CRENÇAS E PRATICAS

1. A salvação mórmon.

Crê­em numa salvação geral onde os não-mórmons são castigados e de­pois liberados para a salvação; e numa individual, obtida pela fé em Jesus e pela obediência às leis e às ordenanças. Tais ordenanças con­sistem na fé em Jesus, no arrepen­dimento, no batismo por imersão e a imposição de mãos, além de outros requisitos como aceitar a Joseph Smith Jr. como porta-voz de Deus. Acreditam, ainda, na existên­cia de pecados que o sangue de Je­sus não pode purificar.

2. O verdadeiro Salvador do mundo.

O Senhor Jesus não precisa de co-salvador. A Bíblia ensina que Ele é o único Salvador (Jo 14.6; At 4.12). A salvação não é por mérito humano; ninguém pode ser salvo pelas boas obras, mas somen­te pela graça, mediante a fé (Tt 3.5; Ef 2.8,9). Existe apenas uma salva­ção, e ela está à disposição de todos os seres humanos (Tt 2.11; Jd 3).

3. Outras crenças e práticas exóticas.

O batismo pêlos mortos e o casamento para a eternidade. Tra­ta-se de um batismo por procuração, visto que sua crença exige o batismo para a salvação; assim, os mórmons batizam os entes queridos já faleci­dos. Eles têm interesse especial em genealogias para batizar seus ante­passados. Realizam no templo a ceri­mónia de selamento para a eternida­de, cujos cônjuges prometem não contrair novas núpcias na viuvez. Esse casamento é para o casal encontrar-se no céu com o propósito de gera­rem filhos-deuses para povoarem os planetas. Similar à mitologia grega.

4. Resposta bíblica.

A Bíblia nos ensina a rejeitar as fábulas e genealogias (l Tm 1.4). O batismo pêlos mortos é prática pagã (l Co 15.29). O casamento foi estabele­cido “para os filhos desse mundo”, disse Jesus (Lc 20.34), e no mundo vindouro não “hão de casar, nem ser dados em casamento”, porque não podem mais morrer; pois se­rão iguais aos anjos e filhos da res­surreição (Lc 20.35,36).

SUPLEMENTO

Erros e Contradições nas Escrituras Mórmons.

1. Livro de Mórmon.

Em Néfi 10.18 está escrito: ‘Pois ele é o mes­mo ontem, hoje e para sempre’. Ora, esta é uma citação de Hebreus 13.8, escrito centenas de anos depois da data alegada pelo Livro de Mórmon para sua própria origem. Seiscentos anos antes de o apóstolo Paulo nas­cer, supostamente o Livro de Mórmon já citava suas palavras em Romanos 7.24: ‘Oh! Que miserável sou eu!’ (2 Néfi 4.17). O livro de Omni dá conta dos dons Espirituais do Espírito San­to e de sua operação já em 279 a.C.; compare Lc 3.16 com Jo 7.37-39. Os dons espirituais não podiam estar presentes no tempo indicado porque Jesus ainda não fora glorificado. […] Alma 46.15 fala de um grupo deno­minado ‘cristãos’. A Bíblia contradiz esta informação, pois em Antioquia é que os crentes foram pela primeira vez, assim, chamados (At 11.26).

2. Doutrina e Convênios.

Este livro é uma coleção de 138 re­velações principais dadas a Joseph Smith sobre muitos aspectos das doutrinas e práticas dos Mórmons. Contém muitas aberrações teológi­cas que claramente mostram a grande diferença entre o mormo­nismo e o cristianismo ortodoxo.

3. Pérola de Grande Valor.

Este livro contém a terceira reve­lação extrabíblica acrescentada ao cânon das escrituras mórmons, sendo encadernadas junto com Doutrinas e Convênios. Possui qua­tro elementos: Livro de Moisés, Li­vro de Abraão, Escritos de Joseph Smith e Regras de Fé. O mormo­nismo diz que o livro de Abraão foi escrito por ele próprio – o mes­mo do AT – quando estava no Egito. No entanto, o dito texto foi corretamente identificado como um texto funerário pagão conhecido como Livro das Respirações.

(RINALDI, N.; ROMEIRO, P. Desmas­carando as seitas. Rio de Janeiro: CPAD, 1996, p. 104-6.)

CONCLUSÃO

Os fatos apresentados em nos­sa lição mostram que se trata de um movimento religioso alienado da Bíblia, com fontes de autoridade calcadas em fábulas e lendas. O Je­sus apresentado não é o mesmo re­velado no Novo Testamento. O mormonismo está, portanto, edifi­cado sobre um fundamento falso. O ganhador de almas deve estar sempre preparado para a evange­lização dessas pessoas, porque elas precisam conhecer o verdadeiro Jesus (Jo 17.3).

8 pensamentos sobre “[Estudo Bíblico] Mormonismo

  1. poxa este estudo me ajudou muito,eles as vezes falam que a igreja deles sao a verdadeira,eu nao as nossas…amei o estudo ….

    • Que estudo menina? isto ai é uma falsa forma de atacar uma denominação, e vcs que só ouvem acreditam que esta pessoa é sábia. A sabedoria de Deus não ataca ninguém e só fala a verdade, o que estes escritos e com versículos citados, em nada justifica o que diz. Como são ingênuas as pessoas que leem isto e acredita, por falta de tb ir buscar por si só, e seguindo apenas estes falsos pregadores, no intuito de fazer afastar os eleitos de Deus, sim porque ele simplesmente esta denegrindo a igreja de forma as pessoas pensarem mal, julgarem mal, com estas afirmações falsas, vindo de pessoas que não conhece a profundidade do evangelho restaurada, achando que são mestres e doutores da palavra.Pena ver pessoas neste patamar de ignorância. Pois julgam as coisas sem conhecer, e não conhecendo, realmente julgam mal.. E como tem denominações perseguindo a igreja de Jesus Cristo, e nem percebem que estão fazendo isto com a igreja verdadeira de Cristo.

      • Falam que somos enganadores e ainda cita escrituras que não justifica em nada. Anátema é exatamente os que estão falando, coisas falsas e enganosas sobre a igreja, e muitas destas pessoas, tb ensinam a palavra de Deus de forma deturpada, com interpretações que fogem da verdade da qual estes versículos falam, e a tudo atribuem a igreja mormom, e não enxergam que eles é que fazem isto.Sobre o fato de que falamos de fábulas e genealogias, o versículo destaca sobre o povo da Macedônia que buscavam fábulas e filosofias para seguirem deixando de acreditar nas palavras de cristo e nos ensinamentos dos apóstolos. Da mesma forma sobre genealogias, de que eles se preocupavam muito em saber que eram de sua estirpe para terem algum proveito e em nada se refere a batismo pelos mortos e que muitos ainda interpretam este versiculo de Paulo 15:29, qdo aquilo não era uma confirmação e sim uma explicação para aquele povo, que tinha mal entendimento e não entendiam o que Paulo falava, pois era um povo rude, teimoso e mente fechada. Mas os menos entendidos ja pegam esta escritura e ataca a igreja como se ela justificasse sobre o batismo pelos mortos. Que coisa!.Sobre o sacerdócio de Melquisedeque, Jesus recebeu este poder de João Batista que o batizou e depois Cristo passou aos apóstolos. Mas como dizimaram com todos eles, este sacerdócio deixou de existir na terra. Por isto que houve a restauração do evangelho de Cristo, justamente para trazer novamente a luz deste poder, caso contrário a terra seria destruída e ninguém se salvaria.A apostasia foi o escurecimento da verdade e apostata é aquele que ensina coisas falsas que fogem da essência correta. Nisto vejo muitos apostatas que inventam coisas erradas sobre a igreja mormom. Sobre ver a face de Deus a biblia esta repleta de narrações que fala que muitos tiveram esta oportunidade. É só verificarem melhor. Dizem que temos um outro Deus, que mentira gente ainda inventam coisas sobre a vida de Cristo, dizendo que nós pregamos isto. Cristo nunca foi polígamo, nunca se casou, nunca namorou, apenas tinha amigas de que gostava, Como Maria e Marta e Maria Madalena, Sempre ensinamos que Jesus nasceu de Maria e Jose e que foi concebido pelo espirito santo, não sei de onde tiram tantas mentiras meu Pai do céu. Me desculpem cuidado com as pessoa que falam isto, significa que eles estão descumprindo um santo mandamento – falso testemunho, como podem dizer que pregam a palavra , se não seguem ? sobre os livros nem conhecem o conteúdo na sua plenitude e se leram não leram com a luz do espirito santo, mas a luz de buscar coisas intencionadas em atacar somente.

  2. há varios anos pertenço a igreja de jesus cristo dos santos dos ultimos dias e nunca ouvi tais comentarios como JESUS SENDO CASADO E MUITO MENOS SER ELE ELE FILHO DE UM PAI HUMANO muito pelo contrario ele unigenito filho de uma mãe mortal e um pai imortal, e ele sendo poligamo é isso uma afronta e acreditamos que ele nasceu de uma virgem sim

    • Devo me deculpar, pois não frisei que existe uma vertente dentro da Igreja que crê nisso.(que Jesus foi casado)

      Atualmente, a Poligamia na Igreja Mórmon está em franco desuso… mas já foi um dos seus pilares…

      Agora em relação às demais evidências no artigo… isso creio que o amado não pode refutar…

      Jesus o abençoe! Paz…

    • Esta raça de víboras vivem divulgando mentiras e mais mentiras sobre a unica igreja verdadeira nesta terra, e como eles não conseguem provar e seguir, distorcem tudo por falta de revelação e discernimento certo, julgam tudo a luz de suas interpretações falsas e pessoais.

  3. Meu querido Irmão porque perde tempo falando de coisas que vc não sabe? sou SUD e vejo que muitas coisas que esta escrito aí não é verdade outras interpretadas de forma errada em relação A igreja de Jesus Cristo, porque ao Ives de ficar perdendo tempo perseguindo A igreja de Jesus cristo falando coisas que não são verdades, porque vc não trata de ensinar aquelas pessoas que ficam no bar, nas drogas no mundo. e como vc pode ter tanta certeza que a interpretação da bíblia que vc leu e entendeu ou que sua religião prega esta certo e as demais erradas? porque assim como vc acha que as outras estão erradas, muitos acham que é a sua que esta errada, se vc for evangélico conheço bem a doutrina pois eu e minha mãe fomos membros muitos anos, eu nasci e me criei na Assembléia de Deus, devido minha amiga que era da mesma igreja que eu e passou a ser adventista decide deixar meu orgulho de lado e orar a Deus para me mostrar qual era realmente a igreja certa estava disposta a aceitar aquele que ele me mostrasse, porque estava na dúvida entre a Assembléia e a Adventista mais Deus acabou me mostrando outra. Ou vc acha que as outras religiões não lê a bíblia?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s