[ATENÇÃO] Entenda o Plano da Elite Global para a Ascensão do AntiCristo

Saiba tudo sobre a Elite Global

O Fim está próximo…

Meus amados, criei esse Blog com o intuito de promover a edificação dos irmãos e servir de alerta para os que ainda não o são, para que possam ter a oportunidade de perceber que estamos caminhando para a conclusão das profecias bíblicas e o surgimento do AntiCristo de forma mais clara, pois ele já está entre nós!

Sabemos que para isso acontecer, o poder político, econômico e religioso do Mundo deverá estar subordinado a ele, portanto a possibilidade da formação de um Governo Mundial aponta para esteprincípio do Fim.

Eu criei a seção A Agenda Global, para que todos tivessem acesso a documentários de qualidade que apontassem juntos numa mesma direção e estivessem, na sua essência, intrisicamente relacionados.

Todos que os assistirem, perceberão que o grau de manipulação e controle sobre nós extende-se não só através da esfera  política e econômica, mas também pelo entretenimento e educação! Praticamente todos os setores de nossa sociedade têm sofrido uma certa influência para chegarmos onde estamos hoje.

Em breve, algo irá ocorrer na economia mundial e mudará drasticamente o mundo como o conhecemos. Vocês já devem ter notado que a economia em muitos países têm dado sinal de instabilidade. Muitos já estão quebrados, como a Grécia e a Irlanda, outros estão indo pelo mesmo caminho como Portugal, Itália e Espanha…

Recentemente percebemos que a maior economia e potência do planeta os EUA “quase” deram o calote. O que poucos sabem é que os EUA já está quebrado! E a queda dele é que será o fator primordial para a implantação de uma Nova Ordem Mundial! E isso ocorrerá muito em breve!

O que vimos recentemente foi apenas um ensaio para ver como os mercados reagiriam mediante a possível falência dos EUA. Isso também serve para nos manipular a aceitar as mudanças que virão!

Estarei disponibilizando links abaixo numa sequência apropriada para os ajudar a entender melhor o que está para acontecer e perceber que tudo já foi estrategicamente planejado durante décadas para chegarmos ao Governo Mundial que virá. Eu levei quase um ano garimpando, coletando e editando esse material para facilitar a vida de vocês! Portanto aproveitem e compartilhem com quem achar necessário, para que vocês possam se preparar para o Fim!

  1. Expulso – Nenhuma Inteligência Permitida e Teoria da Evolução de Darwin Refutada
  2. Loose Change Ed. Final – A Farsa do Ataque Terrorista
  3. A Indústria do Entretenimento Exposta e A Indústria da Música Exposta
  4. EndGame – A Ascenção do AntiCristo
  5. EndGame – A Queda da República
  6. The Obama Deception
  7. 2012 – O Plano da Elite ExpostoO Apocalipse Econômino dos EUA
  8. A Marca da Besta

A todos que perceberam a Verdade, peço que compartilhem o link desse artigo com seus amigos, familiares e aderentes…

Paz…

[e-News] Porque ler ou assistir Cinquenta Tons de Cinza é má ideia!

50_tons_de_cinza_02.jpg

Cada um de nós sabe, ou pelo menos deve saber, o que é bom para nossa vida como indivíduos ou famílias. Como maridos e esposas que amam, procuramos investir tempo e trabalharmos juntos para construir uma vida feliz. Como pais e mães tomamos muito cuidado com aquilo que fazemos como exemplo e com o que permitimos entrar em nossos lares.

Nem tudo o que é popular é correto, nem o que está na moda é aceitável. Já sabemos disso em relação a novelas, minisséries, revistas, websites na internet, filmes, livros e, muitas vezes, a realidade bem próxima de cada um de nós. Valores são traduzidos como frescura; arbítrio como anarquia, tentando-nos enganar ou fazer-nos esquecer de que cada escolha traz uma consequência, nem sempre desejada. Muitas vezes procuramos por certas coisas achando que somos “adultos” o suficiente e que não nos influenciarão. Será que não?

Se você leva a sério e ainda se preocupa com o futuro de seus filhos, os direitos das mulheres e também a moral dos homens, a manutenção do casamento e a sacralidade da família, leia atentamente: Pense bem se você quer se inspirar ou ensinar seus filhos sobre o “amor” sendo uma vítima, ou agindo como um protagonista, nessa guerra da inversão de valores. Não veja o filme, nem leia o livro, nem procure saber sobre o tema “Cinquenta Tons de Cinza“. Não venda o que você ou sua família ainda têm de bom por uma curiosidade incontrolável.

O que faz um pai ou uma mãe achar normal que seus filhos aceitem com naturalidade sadomasoquismo, violência sexual elitizada, “romantismo” desvirtuado em forma de sociopatia, perversão, dominação, mulher facilmente impressionável ou imoralidade? Isso não é o que você nem sua família precisa.

Felizmente, a maioria das pessoas que conheço, principalmente mulheres, condena o título e despreza o filme. Mas muitas outras, infelizmente, incluindo religiosas e líderes, além dos famosos quase em sua totalidade, têm promovido abertamente esse estilo de pornografia.

Se você acha que tudo isso é muito puritano de minha parte, considere pelo menos estas contradições:

A maioria das mulheres não gosta que seus maridos vejam pornografia. Então porque elas permitem-se ver, ler ou assistir? Algumas até têm postado em suas páginas sociais sua “ansiedade” para ir ao cinema.

Casais lotam as salas de terapeutas ao redor do mundo devido ao vício em pornografia que retira do homem o tato e respeito à mulher, ou devido à violência doméstica e também depressão. Enquanto isso, as cadeias estão abarrotadas de pessoas que cometeram crimes passionais e estupros. As estatísticas de meninas e adolescentes que povoam clínicas de recuperação devido a transtornos alimentares é absurda, porque a sociedade em si ensina que seu corpo é a primeira impressão causada.

A mulher não é e não precisa ser atraída a um homem somente se ele for másculo, autoconfiante, poderoso, sensual e dominador. Ou seja, o mesmo tipo de sociopata que temos lutado contra por gerações para a proteção de nossas filhas e jovens.

O que me entristece mais é que mais de 50% dos leitores deste livro têm de 13 a 23 anos de idade. Pesquisas comprovam que adolescentes têm pouca capacidade para tomar decisões. Pelo fato de que seu cérebro não tem essas funções totalmente desenvolvidas, é comprovado que os vícios são mais facilmente estabelecidos nessa fase. E, também, estudos comprovam que o consumo de pornografia por adolescentes modifica seu cérebro de tal forma e, ao serem expostos ao sadomasoquismo, violência e abuso, têm dificuldade triplicada de construírem e viverem em relações saudáveis.

Não há diferença entre “erótico” e “pornográfico”. Esse tipo de paliativo também não resolve os problemas do sexo no casamento.

Como pais e mães, vocês gostariam de ensinar aos seus filhos que abuso sexual é aceitável ou excitante e apresentar um exemplo de pornografia mascarada como “romance”? Queremos que nossas filhas vejam a submissão sexual e o abuso como algo tolerável que deva ser celebrado? Do fundo de meu coração, espero que não.

Isso não tem a ver com religiosidade, feminismo ou hipocrisia. Tem a ver com felicidade real, decência, casamentos saudáveis, mulheres sendo respeitadas e não objetificadas, homens sendo respeitosos e não sociopatas.

Esposas, maridos, pais e mães: Isso não diz respeito somente a este filme. Inclua também revistas, novelas, videogames e todo tipo de mídia que entra em seu lar, além do palavreado, ações e reações em seu casamento e outros relacionamentos. Podemos ensinar nossos filhos e viver a vida baseando-nos em melhores exemplos.

Não precisamos comer esterco para sabermos que o mesmo cheira mal.

Fonte: familia.com.br

Os números de 2014

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

O Museu do Louvre, em Paris, é visitado todos os anos por 8.5 milhões de pessoas. Este blog foi visitado cerca de 200.000 vezes em 2014. Se fosse o Louvre, eram precisos 9 dias para todas essas pessoas o visitarem.

Clique aqui para ver o relatório completo

Homem em estado vegetativo acorda depois de 12 anos!

MartinPistorius

Na década de 80, Martin Pistorious com 12 anos de idade ficou gravemente doente com o que acreditava ser meningite criptocóquica.Sua saúde começou a deteriorar-se e Martin perdeu a capacidade de se mover, fazer contato visual e até mesmo falar com outros. Seus médicos disseram a seus pais, Rodney e Joan Pistorious, para trazê-lo para casa e deixá-lo morrer. Disseram-lhes que ele estava tão vivo quanto um vegetal.

No entanto, ele não morreu.

Joan disse:Martin apenas continuava, apenas continuava“.

De acordo com notícias NPR, seu pai se levantava às 5 horas da manhã, vestia-o, colocava-o no carro, levava-o para o centro de cuidados especiais onde o deixáva. Rodney disse:Oito horas depois, eu iria buscá-lo, banhá-lo, alimentá-lo, colocá-lo na cama, acionava meu alarme a cada duas horas para que eu acordasse para mudá-lo de posição, afim de que ele não desenvolvesse escaras . “

Por 12 anos, a família de Martin se importou com ele, sem qualquer sinal de que ele estava melhorando. Joan começou a se desesperar e até disse a seu filho: Eu espero que você morra.

Hoje, ela reconhece que foi uma coisa horrível de se dizer, mas diz que só queria algum tipo de alívio. Notavelmente, agora Martin tem 39 anos de idade e diz que ele estava totalmente ciente de tudo o que acontecia ao seu redor.

Ele disse: Sim, eu estava lá, não desde o início, mas cerca de dois anos em meu estado vegetativo, eu comecei a acordar. Eu estava ciente de tudo, como qualquer pessoa normal. Todo mundo estava tão acostumado a não me ter lá que eles não notaram quando comecei a estar presente novamente. A dura realidade me confrontava que eu ia passar o resto da minha vida assim -. Totalmente sozinho

Infelizmente, Martin estava mesmo ciente das palavras duras de sua mãe e começou a acreditar que ninguém jamais iria amá-lo. Ele disse:Você realmente não pensa em nada. Você simplesmente existe. É um lugar muito escuro para encontrar a si mesmo, porque, em certo sentido, você está permitindo-se a desaparecer.

Martin passou a maior parte daqueles dias em um centro de atendimento, onde seus cuidadores “brincavam” com ele. Eles fizeram isso porque acreditavam que ele era um vegetal. Ele disse:Eu não consigo nem expressar-lhe o quanto eu os odeio.”

Mas, eventualmente, Martin tornou-se frustrado com a ser preso em seu próprio corpo e começou a tentar tomar o controle de sua vida. Ele aprendeu a contar o tempo do nascer ao pôr do sol e iria reformular mesmo o mais feio dos pensamentos que o perseguiam como o desejo de sua mãe para ele morrer. À medida que o tempo passou, eu gradualmente aprendi a compreender o desespero da minha mãe. Toda vez que ela olhava para mim, ela podia ver apenas uma paródia cruel da criança que uma vez foi saudável, ela tanto o amava, disse Martin.

Agora Martin é casado e já escreveu um “mémoire” sobre sua vida. Ele ganhou o controle de seu corpo e no seu livro “Santo Menino” , ele escreve: Minha mente estava presa dentro de um corpo inútil, meus braços e pernas não eram meus para controlar e minha voz era muda. Eu não poderia fazer um sinal ou sons para avisar que estava novamente consciente. Eu era invisível – o Garoto Fantasma.

Sobrevivência de Martin é um testemunho de quão pouco realmente sabemos sobre o cérebro humano e um bom lembrete de que devemos valorizar tudo da vida, mesmo quando ouvimos as palavras aterrorizantes “seu amado é um vegetal” ou em “estado vegetativo” de um profissional médico.

Fonte: LifeNews

Tradução: Arauto de Cristo

SUPLEMENTO

“Êxodo: deuses e reis” – Mais uma MENTIRA Hollywoodiana!!!

exodus_interno

A releitura gnóstica que o produtor Ridley Scott imprimiu à narrativa bíblica do êxodo hebreu frustrou toda a expectativa que a estratégia promocional do filme “Exodo : Gods and Kings” conseguiu criar no público judaico e cristão, pelos cenários grandiosos e os efeitos especiais em 3D.

Com a estreia do filme no Brasil na noite do Natal, pôde-se verificar nos detalhes seu objetivo indisfarçável de “desmistificar” a história, extraindo dela a grandiosidade da intervenção divina nos eventos sobrenaturais que tinham por objetivo resgatar o povo escolhido do Egito escravocrata.

O enredo apresentou um deus menino, rancoroso, vingativo e autoritário, concentrado num embate pessoal com o faraó, e constantemente questionado por um Moisés bem mais arguto e sensato, mas submisso apenas por temer as variações de humor desse ser narcisista, tão poderoso quanto infantil.

Os fantásticos milagres, que a Bíblia descreve – as 10 pragas e a abertura do Mar Vermelho, são apresentados no filme como eventos naturais, consequentes de desequilíbrios ecológicos ou fenômenos meteorológicos perfeitamente plausíveis, de forma a desacreditar o poder de Deus.

Desta decepção fica a lição, para os que amam a Verdade, de que precisamos compreender melhor os princípios gnósticos, suas intenções e sua operação no mundo atual, para poder reconhecer e nos precaver de suas armadilhas atraentes, sutis e muito bem articuladas.

QUE É GNOSE

O termo deriva da palavra grega “gnosis”, que significa “conhecimento”. É um conhecimento esotérico que se define como “O caminho” que pode guiar à iluminação mística para atingir a compreensão total e profunda da realidade do mundo.

Define como princípio básico a crença em que o homem é um ser divino que caiu na terra de forma desastrosa, mas possui em si mesmo uma essência imortal que o transcende. E o caminho para sua libertação é o “conhecimento”; não o conhecimento científico ou racional, mas o intuitivo e “revelado” (por clarividência, adivinhação). Tal conhecimento, por si mesmo, geraria a redenção de todo o mal e tornaria o homem imortal. Ou seja: DEUS ESTÁ NO PRÓPRIO HOMEM.

Considera que Deus é uma força impessoal e anônima, e que a concepção dele com figura humana (Deus antropomórfico) não passa de uma invenção metafórica das religiões, para solucionar as lacunas da compreensão humana sobre os atributos divinos.

Acredita que os rituais místicos podem realizar o contato com os seres espirituais, através de uma fusão de alma do iniciado com a divindade mitológica, da qual esperam obter forças sobrenaturais.

GNOSTICISMO CRISTÃO

Os gnósticos cristãos compunham uma tendência basicamente esotérica, derivada do cristianismo primordial. Seus adeptos viam Cristo como uma emanação da “Essência” (Pneuma) ou o “Espírito do Pai”, e o chamavam de Ophis, símbolo da “Sabedoria” divina manifestada na matéria.

Acreditavam que Kristos (o perfeito), uniu-se à Sophia (a Sabedoria), desceu sucessivamente sete planos e entrou em Jesus no momento em que João Batista o batizava. A partir desse instante Jesus reconheceu sua missão, que era manifestar e mostrar ao homem todo o “Conhecimento”. Na ressurreição, Jesus teria aparecido com seu corpo etéreo (simulacrum) e, num período  até a assunção, teria transmitido a gnose para os seus discípulos.

RELACIONAMENTO DOS GNÓSTICOS COM O CRISTIANISMO PRIMITIVO

Contrariamente a toda essa parafernália sincretista, os evangelhos sinóticos apresentam a mensagem de Yeshua de forma límpida, simples e literal: Yeshua é o único mediador plenipotenciário, enviado por Deus para servir e dar sua vida em resgate pelos pecados da humanidade, fundando no seu sangue uma nova Aliança, uma nova relação de solidariedade entre Deus e os homens, da qual depende a salvação eterna.

“EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA. NINGUÉM VEM AO PAI, SENÃO POR MIM.” (Jo 14:6)

Era nessa declaração de Yeshua que se baseava a comunidade cristã primitiva, crendo em que não há debaixo do céu outro nome, senão o dEle, pelo qual os homens possam ser salvos (At 4:11). Ele é o Príncipe da vida e da salvação (3:15), exaltado por Deus (5:31). Assiste do alto do céu os seus fiéis (7:56), concede-lhes o Espírito de Deus (2:33) e a remissão dos pecados (10:43), e finalmente virá manifestar-se como juiz do mundo (10:42). Quem quiser ser salvo deve se converter e deixar-se batizar em nome do Messias Yeshua (2:38).

Qualquer dúvida à alegação de que os primeiros cristãos eram gnósticos se dissipa quando Paulo expressa com virulência sua oposição às doutrinas estranhas (Gl 4:8,9; Cl 2:4, 8, 18-23; ITm 1:3-11; Ti 1:14):

“Timóteo, guarde o que lhe foi confiado. Evite as conversas inúteis e profanas e as ideias contraditórias do que é falsamente chamado CONHECIMENTO; professando-o, alguns desviaram-se da fé” ( I Tm 6:20,21).

Da mesma forma que Paulo, João combateu duramente a gnose, chamando seus adeptos de “sinagoga de satanás” e “nicolaítas”, que era uma tendência gnóstico-libertina identificada nas comunidades de Éfeso, Filadélfia e Pérgamo (Ap 2:2, 6, 13-15,20,24; 3:9).

COMO A GNOSE SE MANIFESTA NO MUNDO ATUAL

Algumas sociedades iniciáticas, como a Maçonaria, a Ordem Rosacruz e a Sociedade Teosófica, têm bastante semelhança com o gnosticismo, por seus objetivos explícitos de alcançar o “conhecimento integral” e despertar o “potencial interior do ser humano”, ou os “poderes latentes do homem”.

A “Santa Igreja Gnóstica” é uma escola iniciática de mistérios que se diz localizar no plano astral e reivindica para si o título de “autêntica igreja primitiva”, que anteriormente se chamaria “gnóstico-católica”, e de conservar todos os ensinamentos secretos do “mestre”, cujo verdadeiro nome é Maytreia. Através da eucaristia celebrada no astral e da magia sexual, pretendem alcançar o status de deuses para “já não necessitarem pedir mais nada”.

HUMANISMO E RELATIVISMO PÓS-MODERNOS

Independentemente dessas manifestações mais evidentes do gnosticismo, seus princípios se refletem na elaboração do projeto da modernidade, que tem por base a filosofia humanista com o lema: “O HOMEM É A MEDIDA DE TODAS AS COISAS”.

Este princípio adquiriu uma influência determinante no pensamento moderno, em que a valorização do indivíduo e da subjetividade, como lugares da certeza e da verdade, se impõe sobre o saber adquirido, as tradições e a autoridade, incluindo Deus e sua representação nas religiões.

Conclui-se então, que hoje não é preciso ser membro de uma sociedade iniciática para comungar com os princípios gnósticos, pois eles estão impregnados em nossa cultura ocidental de tal forma que se tornou uma segunda natureza para a grande maioria, e é difícil pensar sobre qualquer coisa sem considerar esses argumentos como primordiais e legítimos.

“FELIZES OS QUE LAVAM SUAS VESTES, E ASSIM TÊM DIREITO À ÁRVORE DA VIDA E PODEM ENTRAR NA CIDADE PELAS PORTAS. FORA FICAM OS CÃES, OS QUE PRATICAM FEITIÇARIA, OS QUE COMETEM IMORALIDADES SEXUAIS, OS ASSASSINOS, OS IDÓLATRAS E TODOS OS QUE AMAM E PRATICAM A MENTIRA.” (Revelação 22:14,15).

[e-News] Eles desafiam Darwin

ID0

Cientistas brasileiros se aliam a um grupo de acadêmicos americanos e começam a defender nas universidades do País que a vida teria sido criada por uma mente inteligente

Rodrigo Cardoso (rcardoso@istoe.com.br)

Toda vez que é instada a dissertar sobre o início do universo e da vida, a maioria da comunidade científica apoia-se nos princípios de Charles Darwin (1809–1882), o biólogo e naturalista inglês que explicou a origem da diversidade da vida na terra com a Teoria da Evolução. Para esses darwinianos, novas espécies de seres vivos surgem por meio de mudanças graduais, geradas pela descendência e guiadas pela seleção natural. Cresce no País, no entanto, um grupo de cientistas de currículos robustos dispostos a quebrar o paradigma da biologia evolutiva, defensores da Teoria do Design Inteligente (TDI). A vida, para eles, não se desenvolveu na Terra de forma natural, mas projetada por uma mente inteligente. “Conhecimentos científicos em bioquímica e biologia molecular cada vez mais apurados nos permitiram abrir a caixa preta chamada célula e enxergar nela um conjunto imenso de máquinas moleculares dotado de uma complexidade irredutível”, diz Marcos Eberlin, professor do Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). “Não dá para pensar num motor desse tipo produzido por forças naturais. Foi decisão de uma inteligência que existe no universo.” Autor de mais de 650 artigos científicos com mais de dez mil citações e comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico, Eberlin é o porta-voz brasileiro da TDI, um movimento que nasceu nos Estados Unidos no final dos anos 80. Por lá, há cerca de três mil adeptos, como químicos, bioquímicos, biólogos e físicos. Aqui, os seguidores ganharam corpo com a Sociedade Brasileira do Design Inteligente, constituída no mês passado. Com Eberlin na presidência e um comitê científico composto por alguns ex-darwinistas, a entidade recentemente deu vida ao 1º Congresso Brasileiro do Design Inteligente, em Campinas, no interior de São Paulo.

ID

Ao final do ciclo de palestras, no domingo 16, que contou com a presença de cientistas do exterior, como o filósofo com especialização em biologia evolucionária Paul Nelson, entre os 370 participantes, o número de membros da sociedade saltou de 220 para 300. “Seremos 500 até o final do ano, mil até o ano que vem e cinco mil em cinco anos”, afirma o químico da Unicamp. “Não somos inimigos de Darwin, mas amigos da ciência. Queremos restabelecer a verdade científica”, diz ele, que é membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC). Por enquanto, porém, eles têm causado controvérsia na comunidade científica. Para o especialista em genética evolutiva Diogo Meyer, a TDI tem credibilidade quase nula. “Eles não são da área para a qual pretendem contribuir. São químicos, pessoas que atuam na biologia molecular, bioquímica, e não trabalham com a evolução, diversidade biológica ou genética”, afirma ele, que é biólogo do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP). “É como se eu, que trabalho com evolução, argumentasse contra as interpretações mais convencionais da Revolução Francesa.”

ID1

Para os darwinianos, a TDI é um movimento de criacionistas que tenta dar uma roupagem de teoria científica à fé deles. “A gente diz por que a evolução dá conta de explicar as estruturas complexas das moléculas celulares, mas quem está atacando uma ideia já vigente precisa arregaçar a manga e mostrar serviço, o que não ocorreu até agora”, afirma Meyer. Evangélico batista, o químico Eberlin argumenta que tentam rotular o selo de religião na TDI para classificá-la como pseudociência. A universidade da qual ele é docente chegou a divulgar o Congresso sobre Design Inteligente em sua página no Facebook mas, de acordo com Eberlin, sofreu pressão para remover o anúncio. A Unicamp explicou, por meio de sua assessoria, que após verificar que o evento não conta com participação institucional concluiu que não justifica a sua divulgação. O porta-voz da TDI chama seus opositores de pitbulls de Darwin. Para eles, o químico, presidente da Sociedade Internacional de Espectrometria de Massas, é um charlatão. O docente, porém, continua aceitando convites para palestrar em universidades e explanar que fomos planejados e não gerados por processos naturais.

Foto: João Castellano/Ag. Istoé

SUPLEMENTO

Confira os vídeos abaixo para melhor compreensão do assunto: